sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Veja dicas de como cuidar das plantas no período de férias


Opção é deixar as plantas sob os cuidados de parentes ou vizinhos.
Deixar água acumulada nos vasos pode fazer raíz apodrecer, diz floricultora.

Flávio Godoi Do G1 RO

As flores de Angelina recebem tratamento extra no período em que a aposentada viaja (Foto: Flávio Godoi/G1)As flores de Angelina recebem tratamento extra no período em que a aposentada viaja (Foto: Flávio Godoi/G1)
Quem cultiva flores em casa e costuma viajar no período de férias enfrenta o problema de como manter as plantas vivas quando não há ninguém em casa para cuidar das flores. Uma opção é deixá-las sob os cuidados de parentes ou vizinhos, mas para quem não tem a quem recorrer, seguir algumas dicas de manejo garantem a sobrevivência da planta.
Em Vilhena (RO) a aposentada Angelina do Porto, de 76 anos, possui um viveiro no quintal de casa. Cultivadas há mais de dois anos, as flores recebem tratamento extra no período em que a aposentada viaja. Acrescentar argila nos vasos pode ajudar a equilibrar a temperatura da planta.
Zélia Zonta indica cáquitos para quem viaja muito (Foto: Flávio Godoi/G1)Zélia Zonta indica cáquitos para quem viaja muito
(Foto: Flávio Godoi/G1)
Orquídeas, violetas e cáquitos resistem a falta de água por até 30 dias e são plantas indicadas para quem costuma viajar com frequência, segundo a floricultora Zélia Zonta. As mais sensíveis dependem de irrigação moderada a cada dois dias.
“Muita gente encharca o vaso com água para a planta não morrer, mas ela só absorve o que necessita no dia. Se ficar água acumulada, a raiz apodrece. Se não tiver ninguém que cuide durante a viagem, os donos devem deixá-las na varanda, sem contato direto com a luz do sol para não queimar as folhas. Assim elas conseguem absorver nutrientes do orvalho da madrugada”, orienta Zélia.
Antes de viajar, Rucieli dos Santos deixou as plantas sob os cuidados da irmã. Após ficar fora da cidade por oito dias, a estudante encontrou o pé de cravo morto. Apesar das recomendações, a irmã da jovem esqueceu de colocra água no vaso do cravo.
“Eu fiquei muito triste e hoje tomo os cuidados de colocar adubo antes de viajar e peço para minha vizinha vir molhar os vasos”, contou a estudante. Há dois dias ela cuida das flores da vizinha, que está viajando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário