quarta-feira, 31 de dezembro de 2014


Departamento de Estado norte-americano critica Cuba por prender dissidentes


O Departamento de Estado norte-americano condenou a repressão cubana de dissidentes ocorrida nesta terça-feira. Na primeira operação coordenada para repreender oposicionistas desde a aproximação com os Estados Unidos, oficiais cubanos detiveram dezenas de membros de partidos de oposição antes de um protesto que era visto como o primeiro teste da tolerância de Cuba como seus opositores. O Departamento de Estado disse estar “muito preocupado com os últimos relatos de detenções e prisões” e que “continuará a pressionar o governo cubano para que cumpra suas obrigações internacionais”. O ativista de Direitos Humanos Elizardo Sanchez contou que a maior parte das pessoas ficou detida por pouco tempo. A artista Tania Bruguera planejava instalar um microfone aberto em praça pública na terça-feira, mas o evento nem chegou a acontecer. O jornal de oposição 14ymedio informou nesta quarta-feira que seu editor viu Bruguera sendo detida quando ele mesmo já estava na delegacia.  POLITICA LIVRE
Associated Press

Morte de Eduardo Campos fez da corrida presidencial a mais acirrada desde 1989


Foto: Reprodução
As eleições de 2014 tiveram uma reviravolta depois da manhã do dia 13 de agosto
O cenário político brasileiro em 2014 foi marcado, segundo especialistas na área, pela disputa eleitoral para a Presidência da República mais acirrada desde a primeira eleição direta, em 1989, que levou para o segundo turno o então governador de Alagoas, Fernando Collor de Mello, e o petista Luiz Inácio Lula da Silva. A morte trágica do candidato ao Palácio do Planalto Eduardo Campos (PSB), em um acidente aéreo, colocou sua vice na chapa, Marina Silva, no páreo da disputa. No entanto, ao fim do primeiro turno prevaleceu a polarização PT e PSDB das últimas seis eleições presidenciais. Dilma Rousseff (PT) superou Aécio Neves (PSDB), no segundo turno, por uma diferença de 3,4 milhões de votos. A petista conseguiu a reeleição com 51,64% dos votos válidos contra 48,36% do tucano. Com 11 candidatos na disputa pelo cargo mais importante da hierarquia política do país, as eleições de 2014 tiveram uma reviravolta depois da manhã do dia 13 de agosto. Em terceiro lugar na corrida presidencial, Eduardo Campos voava do Rio de Janeiro para o Santos (SP) quando o jato em que ele estava explodiu depois de arremeter ao tentar pousar na Base Aérea de Santos e manobrar para uma segunda tentativa. Choque, surpresa e comoção marcaram os dias seguintes ao acidente. O ex-governador pernambucano, aos 49 anos, deixou a viúva, Renata, e cinco filhos. As cerimônias fúnebres praticamente pararam o estado de Pernambuco, onde Campos foi enterrado no mesmo túmulo do avô Miguel Arraes. Além do ex-governador morreram no acidente o fotógrafo Alexandre Severo, o jornalista Carlos Percol, o assessor Pedro Valadares Neto e o cinegrafista Marcelo Lira. Os pilotos Geraldo da Cunha e Marcos Martins também morreram no acidente. Com a morte de Campos, Marina Silva, então vice na chapa do PSB, assume a disputa – mesmo sem o apoio unânime do partido socialista –, com Beto Albuquerque (PSB-RS) como vice. Escolha pessoal de Campos, Marina filiou-se ao PSB após não ter conseguido oficializar a Rede Sustentabilidade, partido pelo qual concorreria à Presidência da República. Já nas primeiras pesquisas de intenção de voto, após a oficialização da candidatura, a ex-ministra do Meio Ambiente no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, liderava a corrida presidencial.  POLITICA LIVRE

Ivan Richard, Agência Brasil

Cortes sociais geram atrito com o ‘aliado’ PMDB


Foto: Marcela Mattos/ Veja
Vice-líder do PMDB na Câmara, Lúcio Vieira Lima
O corte de benefícios sociais anunciado pelo governo na noite de segunda-feira (29) produziu mal-estar entre os filiados de partidos governistas no Congresso. Vem do PMDB a primeira verbalização do desconforto: “Por que o trabalhador tem que ser a primeira vítima do ajuste fiscal?”, indaga o deputado baiano Lúcio Vieira Lima, vice-líder do PMDB e entusiasta da candidatura do correligionário Eduardo Cunha à presidência da Câmara. Para Lúcio, antes de cortar direitos trabalhistas, impondo restrições no acesso ao seguro-desemprego, abono salarial do PIS, auxílio-doença e pensões, o governo teria de cortar “na própria carne”. O deputado pergunta: “Por que tanto desinteresse em enxugar a máquina pública? Se os cortes são inevitáveis, por que manter 39 ministérios?” O próprio vice-líder do PMDB responde: “O Planalto vai mandar para o Congresso a medida provisória propondo o que o ministro Aloizio Mercadante [Casa Civil] chamou de ‘correção de distorções’. Eles acham que controlam o Parlamento distribuindo 39 ministérios. Espero que não venham pedir a nenhum outro partido para relatar essa medida provisória. O relator tem que ser do PT.” E se a relatoria couber ao PMDB? “Creio que o PMDB não deve aceitar, mesmo que, no sistema de rodízio, a relatoria cair para a legenda”, diz Lúcio. “O relator dessa medida provisória ficará carimbado como responsável pelo corte de benefícios sociais. O carimbo vai para o deputado que relatar e para o partido dele. Nada mais natural que o PT assuma a responsabilidade de justificar as medidas.”  POLITICA LIVRE

Josias de Souza, Blog do Josias

Hotéis de Sergipe registram baixas nas reservas para Réveillon


Segundo gerente, falta de uma festa atrativa contribuiu com baixa.
Pacote para três dias sai em média de R$1.500 por casal.

Do G1 SE
 O fim de ano é um convite para os turistas conhecerem Aracaju. Porém, as ocupações nos hotéis e pousadas tem apresentado baixa para alguns e satisfação para outros. E os turistas que por aqui estão, dizem gostar da cidade.

“Estou gostando muito de está em Aracaju, o hotel é excelente, uma receptividade muito calorosa, sem contar no preço que está bastante acessível”, diz a turista Eliene Rodrigues.

O investimento dos hotéis e pousadas no conforto e satisfação dos clientes é um dos fatores para fidelização e volta dos mesmos à capital. “Adorei Sergipe, estou gostando de tudo, por mim não voltarei. Amei o lugar e essa receptividade dos funcionários do hotel e das pessoas da cidade é o que mais cativa”, afirma a turista de Goiás, Estefane Ferreira.
As pousadas registram bom índice de ocupação neste período de fim ano, cerca de 70%, fator que anima os empresários. “A procura por reservas no Natal aumentou, isso se deve a calmaria da cidade e o pessoal acaba divulgando por onde passa”, aborda o gerente de reservas Bruno Lima.

A diária para casal custa entre R$ 150 e R$ 170. Para o Réveillon, o pacote para três dias está em média no valor de R$1400 e Bruno Lima afirma que, neste período, não há mais vagas.

Mas nem todos estão satisfeitos, alguns hotéis estão com as reservas em baixa, cerca de 40%, o que preocupa os empresários. “A maioria dos hotéis nos dia de Natal não registra muitas ocupações por conta do Natal ser algo voltado à família. O que preocupa é o período do Réveillon que é mais festivo e as pessoas viajam buscando esse atrativo. E se não existe uma festa que atraia as pessoas, as dificuldades irão aparecer, é o que está ocorrendo agora”, contrapõe o gerente Henrique Goes.

Aprenda a fazer dois sucos para beber após as festas de virada de ano


Sucos são diuréticos, desintoxicantes e ajudam na digestão, diz nutricionista.
Bebidas também são refrescantes e levam frutas, gengibre e hortelã.

Do G1 PR, com informações da RPC Noroeste
Para quem exagerar na bebida ou na comida nas festas de virada de ano, a nutricionista Lessandra Zepolato, de Umuarama, no noroeste do Paraná, ensina dois sucos para ajudar na desintoxicação.. Os sucos são bastante diuréticos, explica a nutricionista, e ajudam na digestão de carnes vermelhas, no bom funcionamento da flora intestinal e no combate aos radicais livres. Cada receita custa cerca de R$5 e serve até três pessoas.
Suco de abacaxi é acompanhado por couve, gengibre, limão e hortelã (Foto: Reprodução/RPC)Suco de abacaxi é acompanhado por couve,
gengibre, limão e hortelã (Foto: Reprodução/RPC)
Suco refrescante de abacaxi, com couve e hortelã
Ingredientes:
- 1 copo de água gelada
- 2 folhas de couve
- 2 fatias de abacaxi
- Suco de 1 limão (pode ser de meio limão, caso ache muito forte)
- 1 ou 2 fatias de gengibre
- 2 ou 3 folhas de hortelã
Modo de fazer:
Coloque no liquidificador a água gelada, a couve picada, o abacaxi. Em seguida vai o gengibre, que deve ser usado de acordo com o gosto da pessoa. Adicione o suco de limão e, para refrescar mais, coloque as folhas de hortelã. Bata tudo e depois sirva.
Suco de melancia é prático e leva também hortelã e gengibre (Foto: Reprodução/RPC)Suco de melancia é prático e leva também hortelã
e gengibre (Foto: Reprodução/RPC)
Suco de melancia com hortelã
Ingredientes:
- 1 fatia de melancia
- folhas de hortelã
- pedaços de gengibre
Modo de fazer:
Basta bater no liquidificador a melancia, com as sementes mesmo, e os outros ingredientes, usados de acordo com o gosto da pessoa. Como a melancia tem bastante líquido, não há necessidade de adicionar água. Assim que estiver tudo diluído, coe e beba gelado.

Médicos trabalham voluntariamente para garantir atendimento em hospital


Nessa terça-feira (30) o diretor do hospital registrou Boletim de Ocorrência.
Ele denuncia a falta de pagamento aos profissionais da unidade.

Do G1 PI
Um dia após ir a delegacia registrar um Boletim de Ocorrência contra a falta de médicos para urgência e emergência no Hospital Infantil Lucídio Portela, o diretor da unidade disse que alguns profissionais estão trabalhando de forma voluntária para garantir o atendimento. Segundo Ednaldo Miranda, o governo não liberou os recursos para que os médicos continuassem realizando suas atividades no plantão da urgência.
“Os cirurgiões estão mantendo esse hospital funcionado de maneira voluntária porque o estado não tem profissionais. O atual secretário de fazenda não liberou o recurso, pelo contrário, disse que não era para eles virem porque não iriam trabalhar, ou seja, estão vindo de teimosos”, desabafou o diretor do hospital. Há três meses a unidade enfrenta uma crise administrativa.
Desde que os médicos deixaram de receber os pagamentos, a maior parte dos leitos está completamente vazia. O médico cirurgião Adriano Reis lamenta a situação e descreve o drama vivido pelos profissionais. “Na base da amizade e pelo respeito ao paciente, o colega que está de plantão e não tem ninguém para auxiliar precisa chamar alguém para ajudar e esse alguém vai vir voluntariamente, então eu e os outros que estão em Teresina nessa época continuamos trabalhando”, disse.
Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Estado, o secretário José Fortes está em negociação com a Secretaria de Fazenda para tentar resolver o problema antes de entregar o cargo para a nova gestão.

'Precisa-se de clientes. Sempre', diz anúncio inusitado em porta de loja


Proprietária da loja diz que muitas pessoas tiram foto em frente ao local.
Estratégia adotada no início do mês também atrai os 'desatentos'.

Do G1 PI
Cartaz inusitado pretende atrair clientes e aquecer vendas em loja de variedades (Foto: Gustavo Almeida/G1)Cartaz inusitado pretende atrair clientes e aquecer vendas em loja de variedades (Foto: Gustavo Almeida/G1)
Chamar a atenção de quem passa pela rua e atrair clientes. Essa é uma estratégia muito utilizada pelos lojistas para alavancar as vendas, principalmente em períodos de comércio mais aquecido como nas festas de fim de ano. Mas a dona de uma loja na rua Rui Barbosa, no Centro de Teresina, resolveu ir além e inovou no formato do anúncio fixado em frente ao estabelecimento. “Precisa-se de Clientes. Sempre! Não é necessário experiência. Entrada Imediata”, diz o cartaz que tem atraído olhares curiosos.
Segundo Maria Auxiliadora Pereira Morais, proprietária da loja, a ideia surgiu após uma amiga ter visto algo parecido em outra cidade. “No começo eu fiquei preocupada, pois tinha receio de que ficasse algo muito apelativo”, revela Maria Auxiliadora.
Proprietária da loja disse que ideia tem feito efeito (Foto: Gustavo Almeida/G1)Proprietária da loja disse que ideia tem surtido
efeito (Foto: Gustavo Almeida/G1)
Ela conta que pesquisou sobre anúncios na internet para espantar suas dúvidas até quando resolveu pôr a ideia em prática no início desse mês de dezembro. Segundo ela, após colocar o anúncio, muitos clientes param em frente ao estabelecimento, tiram fotos, dão risadas e até parabenizam a iniciativa. “Muitos tiram foto, principalmente jovens. O que o povo tira de foto não está escrito”, diz a dona.
Devido a semelhança com ofertas de emprego, ela revela que muitas pessoas confundem o anúncio e entram na loja procurando se as vagas já foram preenchidas. “Muitos jovens não lêem direito e entram pedindo emprego, querendo saber informações sobre as vagas”, relata a proprietária.
Maria Auxiliadora afirma que a estratégia também tem surtido efeito nas vendas. “A placa deu uma ajuda boa, com certeza”, falou. A loja de produtos de decoração e material escolar funciona no local há 13 anos e atualmente possui seis funcionários. Segundo a proprietária, muitas pessoas entraram no estabelecimento pela primeira vez após a exposição do anúncio.
A proprietária destaca que a inovação é necessária para atrair a clientela e diz que vai deixar o anúncio fixado na frente da loja mesmo após o fim das festas de fim de ano. “Vou deixar até alguém copiar. Quando começar a ficar uma coisa muito comum eu vou tirar e pensar em outra estratégia”, encerrou Maria Auxiliadora.

Consumidores devem começar o ano novo com o pé no freio e precaução


Economista Ricardo Alággio dá dicas de não começar 2015 no vermelho.
Para especialista, consumidor deve criar hábito do orçamento doméstico.

Catarina Costa Do G1 PI
Anotar contas em caderno é um meio para controlar gastos (Foto: Reprodução/EPTV)Anotar contas em caderno é um meio para controlar gastos (Foto: Reprodução/EPTV)
Para os consumidores que aguardam a virada de ano para comprar o imóvel do sonho ou um veículo novo, a dica do economista Ricardo Alággio é ter cautela e colocar no papel todos os gastos já previstos para 2015. Segundo o especialista, menos de 50% das pessoas têm controle com as despesas por falta de planejamento.
"É importante começar o ano com o pé no freio e precaução para não ter gastos extras. Para isso, todos deveriam fazer uma espécie de orçamento doméstico, colocando no papel todas as despesas. Se a pessoa está devendo, o ideal é aproveitar o 13º salário para pagar as dívidas e não criar novas contas", contou.
Economista dá dicas para começar o ano bem (Foto: Reprodução/Tv Clube)Economista dá dicas para não começar o ano no
vermelho (Foto: Reprodução/Tv Clube)
Para o economista, dezembro é considerado um mês longo devido ao grande número de comemorações, compras de presentes e início das férias. Ao contrário do que se pensa, janeiro continua também sendo um período de despesas, desta vez, com material escolar e colégio das crianças. Segundo ele, até para os solteiros a melhor dica é esperar.
"Os dois meses não são ideias para investir e sim poupar. Especialmente agora é hora de guardar o dinheiro, até porque estamos mudando de política econômica no início de 2015 e não sabemos como a situação ficará nos próximos meses. A inflação é outra que continua alterando e isso tudo deve entrar na conta do consumidor", alertou.
Sobre a mudança no comportamento dos consumidores, Ricardo Alággio revelou que as vendas de Natal foram as piores dos últimos 10 anos porque os inadimplentes não consumiram. "Os lojistas venderam 4% a menos do que o ano passado. Creio que houve precaução desta vez", declarou o especialista.

Aos 81 anos, carro oficial do Governo de PE não será utilizado na posse


Como na última posse de Eduardo, Paulo Câmara vai caminhando até Palácio.
Mesmo assim, Lincoln de 1933 está pronto para a cerimônia do dia 1º.

Do G1 PE
Lincoln conversível foi fabricado em 1933, mas ainda funciona perfeitamente (Foto: Reprodução / TV Globo)Lincoln conversível foi fabricado em 1933, mas ainda funciona perfeitamente (Foto: Reprodução / TV Globo)
Pela segunda vez na história, o carro oficial do Governo de Pernambuco não será utilizado pelo governador eleito na cerimônia de posse do dia 1º de janeiro. Assim como fez Eduardo Campos no seu segundo mandato (2010), Paulo Câmara (PSB) vai caminhando da Assembleia Legislativa até o Palácio do Campo das Princesas na quinta-feira (1º). Mesmo assim, o Lincoln conversível azul fabricado em 1933, que já transportou até a Rainha Elizabeth, está pronto para ser usado na cerimônia, caso o governador eleito mude de ideia.
Aos 81 anos de idade, o automóvel conserva uma aparência melhor que a de muitos carros mais novos – e a mecânica também, garantem os oficiais responsáveis pela conservação do veículo. “A gente está sempre fazendo a manutenção, então ele nunca dá um problema maior”, afirma o sargento mecânico Edinaldo Paes, que há quatro anos cuida do Lincoln de 1933. O carro mais antigo e importante de Pernambuco funciona perfeitamente assim que a chave é rodada na ignição. E, nesta semana, ganhou um polimento especial para ficar brilhando na cerimônia de posse, como mostrou o NETV 2ª Edição desta quarta-feira (31). [veja vídeo acima]
Somente o motor não é original - foi trocado em 1948. O equipamento não falha, mas consome muito combustível. Com um litro, roda apenas dois quilômetros. Mesmo assim, o veículo é ligado pelo menos duas vezes por semana para não perder o bom funcionamento. Nessas ocasiões, circula pelo pátio da Casa Militar, onde fica guardado no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. A casa ainda mantém uma sala inteiramente dedicada à história do Lincoln, com registros dos seus momentos mais importantes. Fotos e recortes de jornais mostram, por exemplo, o ex-presidente Getúlio Vargas e a Rainha Elizabeth utilizando o conversível.
Oficialmente, o carro oficial do Governo de Pernambuco só sai da garagem uma vez por ano: no desfile do Sete de Setembro. A cada quatro anos, também leva os governadores eleitos para a cerimônia de posse no Palácio do Campo das Princesas. É um trajeto de apenas 500 metros, a partir da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe), na Boa Vista, área central do Recife.
Por anos foi assim. No entanto, em 2010, Eduardo Campos contrariou a tradição seguida por governadores como Eraldo Gueiros e Miguel Arraes e resolveu fazer esse caminho a pé.
Mais uma vez, o governador eleito Paulo Câmara seguiu os passos do mentor e disse que vai chegar ao Campo das Princesas caminhando na cerimônia do dia 1º. Por isso, o Lincoln vai continuar na garagem, esperando para voltar a ser visto pelo público no Sete de Setembro.

Erveiras do Ver-o-Peso preparam banhos para a chegada do ano novo


Expectativa para as vendas é grande nesta quarta-feira (31).
Banhos são comercializados por aproximadamente R$ 20.

Do G1 PA
Mulheres erveiras do Ver-o-Peso (Foto: Lucas Teixeira/Divulgação)Banhos atraem sorte e afastam o mal olhado, de acordo com erveiras. (Foto: Lucas Teixeira/Divulgação)
As erveiras da feira do Ver-o-Peso, tradicional mercado do centro de Belém, preparam os tradicionais banhos de cheiro da região para a chegada do ano novo. Os feirantes que vêm de vários bairros e até do interior do Pará, chegaram ao Ver-o-Peso por volta das 2h da madrugada desta quarta-feira (31) para começar a preparar as vendas.
Os banhos são feitos com ervas, cipós, madeiras e plantas da Amazônia e, de acordo com a tradição, devem ser passados no corpo durante o réveillon para atrair sorte e afastar o mal olhado. O líquido é envasado em pequenas garrafas e tem nomes como "banho do descarrego" e "banho cheiroso".
A erveira Dona Coló, que já trabalha há mais de 30 anos no mercado, fez 150 kits para atender a demanda das festas do ano novo. Ela explica que há dois tipo de banho para os rituais de ano novo.
“O da limpeza é para tirar o mal olhado, inveja e aborrecimento. O banho da virada é o banho da sorte, da felicidade, prosperidade, da saúde e do amor, é claro”, explica Dona Coló.
A erveira conta ainda que os consumidores voltam para contar se o banho deu certo e comprar mais. “Quem compra volta para agradecer, dizer que deu certo e leva de novo. Ontem aconteceu isso, vieram buscar o perfume do amor, o banho do amor, o de cheiro e o de limpeza, porque muita gente está procurando um banho para se limpar e outro para trazer coisas boas”, diz.
Os banhos são comercializados no valor de aproximadamente R$ 20. Nesta quarta-feira, a feira do Ver-o-Peso fica aberta até às 18h.

Prepare porchetta com ervas e cebola caramelizada na ceia de Ano Novo


Chef Bruno Salomão ensina como fazer no JMTV 1ª Edição; veja no vídeo.

Por Redação TV Mirante
G1 MA
No ano de 2015, todo mundo quer progredir no trabalho, no amor, na vida. Para quem é supersticioso, a carne suina é uma boa opção, já que as aves costumam ser evitadas poque "ciscam para trás". Por isso, mostramos uma receita italiana e fácil de preparar: a porchetta recheada com pasta de ervas. Para acompanhar, cebola caramelizada no vinagre balsâmico. Os ingredientes servem quatro pessoas. Veja abaixo:
Ingredientes:
2 colheres de chá de alecrim picado
2 colheres de sopa de manjericão
2 colheres de sopa de salsinha picada
3 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de azeite
1 kg de lombo suíno
1 cebola média cortada em tiras
250 ml de vinagre balsâmico
Sal
Pimenta do reino
Barbante
Modo de fazer:
Corte a base do lombo até um pouco mais da metade para abrir a carne em uma única lâmina. Coloque sal, pimenta calabresa e pasta de ervas a gosto para recheá-la. Enrole e amarre bem firme com quatro pedaços de barbante espaçados. Em uma frigideira, sele a carne. Em outra panela, refoque a cebola no azeite e acrescente o vinagre balsâmico. Deixe no fogo por vinte minutos até ficar com aspecto caramelizado. Para montar o prato, coloque primeiro a cebola caramelizada, corte o lombo em rodelas e distribua. Depois, é só servir!

Simpatias para o Ano-Novo atraem supersticiosos em Balsas


Cores brancas e amarelas são as preferidas para a virada de ano.
Simpatias para atrair dinheiro e sorte também estão em alta.

Do G1 MA
Em Balsas, tem muita gente que já está preparando as simpatias que prometem atrair sorte em 2015. Para dar sorte na conquista dos objetivos vale de tudo nesta virada do ano: superstições, cores e muita superstição.
A dona de casa Maria Rosa não tem duvida quanto a cor que deve usar. “Um branco, a cidade necessita muito de paz, de harmonia, Quem sabe Deus abençoa”, diz. Além das cores, para quem tem supertição para a virada de ano, outra dica é o “banho de vence tudo”, indicado por Dona Cicera, vendedora de itens artesanais. “Use meio copinho em um balde de água, ai o ano vem com sorte”, garante.
Outras simpatias também são bem conhecidas pelos supersticiosos, como jogar algumas moedas da rua para dentro de casa para atrair prosperidade. Para atrair dinheiro, pegue também sete moedas do mesmo valor, uma guarde em sua carteira durante todo o ano, e as demais distribua a seis amigos. Com ou sem simpatia, o importante é ter muito otimismo para 2015.

Zeca Baleiro e André Valadão são atrações do Réveillon em São Luís


Programação terá atrações regionais e gospel na virada deste ano.
Expectativa de público é de, pelo menos, 100 mil pessoas na Litorânea.

Do G1 MA
Zeca Baleiro é o grande nome desse Réveillon, em São Luís (Foto: Alexandre Durão/G1)Zeca Baleiro é o grande nome desse Réveillon,
em São Luís (Foto: Alexandre Durão/G1)
A chegada de 2015 em São Luís será comemorada com uma grande variedade de ritmos de atrações, com destaque ao consagrado cantor maranhense Zeca Baleiro, que irá se apresentar no palco montado na Avenida Litorânea. No mesmo palco, se apresentam, também, as bandas Barba Branca, banda Afrôs, Grupo Argumento e grupos de Tambor de Crioula. A expectativa de público é de, pelo menos, 100 mil pessoas.

Quem preferir, pode passar a virada de ano acompanhando os shows do Réveillon Gospel, na Praça Maria Aragão, no Centro de São Luís. A Virada com Jesus contará com apresentações do cantor André Valadão, Anderson Freire e Maurício Paes, além de bandas locais como "Marcados pela Promessa", "Fogo e Glória" e "Som do Alto". É esperado um público de 60 mil pessoas.

Tanto a festa da virada na Avenida Litorânea quanto a da Praça Maria Aragão contarão com queima de fogos à meia-noite.

São José de Ribamar
Em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís, a partir das 21h, o "Show da Virada" é comandado pelas bandas Dois Corações e Inez Maranhão. O encerramento fica por conta da cantora Leilana Frazão e de show pirotécnico.
Segurança
Para garantir a segurança do público, a Polícia Militar e segurança particular contratada pelo município reforçarão a Guarda Municipal. Além disso, a PM realizará três operações durante as comemorações de fim de ano para garantir a segurança, combater assaltos e punir crimes de embriaguez ao volante, que pode ser multado em R$ 1.915,30, se for pego na Lei Seca.

Trânsito
Em São Luís, o trânsito vai sofrer intervenções por conta das festas de réveillon que acontecerão, tradicionalmente, na Avenida Litorânea e Praça Maria Aragão. Em outros pontos da cidade, também, haverá o disciplinamento do trânsito por ocasião das festividades do final de ano na Lagoa da Jansen, Ponta D'Areia, Espigão Costeiro e Iate Clube.

Confira a programação completa do Réveillon em São Luís:
Dia 31/12 - Avenida Litorânea
Zeca Baleiro
Grupo Argumento
Banda Barba Branca
Grupos de tambor de crioula
Banda Afrôs

Dia 31/12 - Praça Maria Aragão
André Valadão
Anderson Freire
Maurício Paes
Marcados pela Promessa
Fogo e Glória
Som do Alto

Mulher aguarda há 11 meses por consulta médica em Piúma, no ES


Moradora diz que sente dores no ombro direito após sofrer acidente.
Prefeitura garante que consulta foi marcada, mas paciente não compareceu.

Do G1 ES, com informações da TV Gazeta
Uma moradora de Piúma, região Sul do Espírito Santo, está esperando há cerca de 11 meses por um consulta médica pelo sistema público de saúde. A salgadeira Geciana Benevides sofreu um acidente de carro e acabou fraturando um dos ombros. Sentindo dores, ela conta que passou por uma ressonância e que chegou a receber o resultado em fevereiro de 2014. Desde então, tenta marcar um visita ao médico, mas não consegue. Em resposta, a Secretaria de Saúde do município informou que a consulta de retorno de Geciana já havia sido marcado para mês de maio deste ano, mas ela não teria comparecido.
Moradora precisa apoiar cabo da vassoura do braço para varrer a casa (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Moradora precisa apoiar cabo da vassoura do braço
para varrer a casa (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
A salgadeira contou que sente fortes dores no ombro direito, o que vem prejudicando tarefas comuns do dia a dia, como limpar a casa e lavar louça. Segundo ela, algumas vezes é necessária contar com a ajuda de outras pessoas. "Eu faço com muita dificuldade. Quando faço, porque dói. Às vezes dependo da ajuda do meu filho, quando o meu marido está em casa ele faz pra mim. Ou quando vem alguma amiga aqui, eu peço para fazer", explicou. Sem poder voltar à vida normal, a trabalhadora declarou que precisou de afastar da profissão. "Era o meu ganha pão", lamentou.
Logo após se acidentar, um médico teria pedido que a paciente passasse por exames com urgência. Ela chegou a realizar uma ressonância e recebeu o resultado. Mas, segundo Geciana, quando procurou o médico, foi informada de que o único registro que havia era a da primeira consulta e não constava nada sobre o retorno. "Agora eu pergunto 'o que que reformam com o meu retorno?' Sumiu. Simplesmente sumi", questionou.
Outro lado
A Secretaria de Saúde de Piúma informou que a consulta de retorno da moradora foi marcada para o mês de maio, mas que ela não teria comparecido alegando que não teria sido avisada. Porém, a secretaria garante que a comunicação foi feita. Mesmo assim, um novo exame será providenciado para que o quadro seja observado. Sobre a nova visita ao médico, o órgão explicou que como a paciente já está cadastrada, será feita o máximo para agilizar o atendimento junto ao estado. Porém, a data não foi informada.
* Com colaboração de Cláudia Bonutti, da TV Gazeta.

Servidores filmam goteiras sobre leitos em UTI de hospital do DF


Chuvas entraram por luminárias e paredes em centro médico de Ceilândia.
GDF diz que problema foi resolvido e que pacientes não foram prejudicados.

Do G1 DF
Funcionários da UTI do Hospital Regional de Ceilândia, no Distrito Federal, filmaram nesta quarta-feira (31) a chuva entrando na unidade por luminárias e paredes. Houve casos de goteiras sobre pacientes em leitos.
A Secretaria de Saúde culpou a forte chuva durante a tarde pelos vazamentos. A pasta disse que o problema foi solucionado e  os pacientes não foram prejudicados.
Foram diversos pontos da unidade com goteiras. Os próprios funcionários fizeram as imagens por celular. Os pacientes não foram identificados a pedido dos servidores.

Em 4 anos, DF gasta R$ 280 mil por dia com diárias e passagens aéreas


Valor total é de R$ 408,7 milhões; dados estão no Portal da Transparência.
Secretaria fala em 'erro' e diz que transporte escolar também foi computado.

Raquel Morais Do G1 DF
Uma bandeira brasileira foi colocada na fachada do Palácio do Buriti, sede do governo do DF (Foto: Káthia Mello/G1)Fachada do Palácio do Buriti, sede do governo do Distrito Federal, enfeitado com uma bandeira do Brasil (Foto: Káthia Mello/G1)
Tais gastos seriam compreensíveis em estados e municípios que precisassem, primeiramente, fazer contatos políticos e administrativos em Brasília [Congresso Nacional, ministérios e tribunais superiores], e, também, para buscar qualificação em locais que disponham de técnicos gabaritados. Tudo isso temos no DF"
Rui Piscitelli,
professor de direito administrativo
Dados do Portal da Transparência apontam que o Distrito Federal gastou R$ 408.731.693,25 nos últimos quatro anos com diárias e passagens aéreas – uma média de R$ 279.761,59 por dia. O montante seria suficiente para construir 140 centros de educação da primeira infância, que atendem 112 crianças de até 5 anos, 43 UPAS, que recebem 400 pessoas por dia, ou mesmo quitar as dívidas da Secretaria de Saúde, estimadas em R$ 150 milhões no início deste mês.
O benefício é concedido a servidores e funcionários do governo que se afastam para estudo, congressos, seminários e reuniões. Não é necessário prestar contas em relação às diárias, que variam de R$ 148,77 (para cargos de nível médio) a R$ 385,60 (para governador). A exigência é apresentar cópias dos bilhetes de embarque e um relatório das atividades desenvolvidas no período.
Por telefone, o secretário de Comunicação, André Duda, afirmou que parte dos valores está relacionado a pagamentos feitos a empresas que realizam transporte escolar. A quantia exata não foi informada. "Infelizmente, por um erro ou porque consideraram que locomoção, aluguel de carro e ônibus é parte de viagem, cadastraram assim", disse.
Professor de direito administrativo, Rui Piscitelli criticou o valor destinado a viagens nos últimos quatro anos. Segundo ele, o governo federal banca, basicamente, deslocamentos de servidores para Brasília para encontros nacionais. Como os servidores do GDF já estão na cidade, o investimento deveria "ser exceção".
"Não pode-se compreender o excessivo gasto em diárias e passagens com os servidores do GDF, pois tais gastos seriam compreensíveis em estados e municípios que precisassem, primeiramente, fazer contatos políticos e administrativos em Brasília [Congresso Nacional, ministérios e tribunais superiores], e, também, para buscar qualificação em locais que disponham de técnicos gabaritados. Tudo isso temos no DF", explica.
O especialista disse ainda acreditar que essas ocasiões deveriam ser minuciosamente descritas e justificadas, sob pena de punição administrativa, civil, penal e de improbidade administrativa dos gestores que as autorizaram. O G1 questionou a Secretaria de Comunicação a respeito de apurações sobre o uso do benefício. A pasta disse que não realiza auditorias específicas sobre passagens e diárias.
Governador
Tabelas obtidas pela reportagem junto à Casa Militar apontam que Agnelo Queiroz passou 195 dias em viagem durante o tempo em que esteve à frente do Executivo. Em cem delas, o destino era nacional. São Paulo e Rio de Janeiro estão entre as cidades mais visitadas, por causa de entrevistas e atividades relacionadas às copas das Confederações e do Mundo.
A viagem mais longa, no entanto, foi internacional. O chefe do Executivo passou de 15 a 26 de julho de 2012 em Dubai, Singapura e Munique. A agenda compreendia eventos sobre modelos da Cidade Mídia e Cidade Internet e planejamento urbano, reunião na fábrica de ônibus elétricos e híbridos e visita a uma fábrica de componentes para o Estádio Nacional Mané Garrincha.

Sindicato diz que 51 pacientes podem morrer por falta de remédio no DF


Internados ocupam leitos de UTI no Hospital de Base, que tem 60 vagas.
Secretaria diz que rede será reabastecida em breve e nega desassistência.

Raquel Morais Do G1 DF
De acordo com médicos do Hospital de Base, cirurgias agendadas para esta segunda-feira estão suspensas por falta de infraestrutura (Foto: Natalia Godoy/G1)Fachada do Hospital de Base de Brasília
(Foto: Natalia Godoy/G1)
Cinquenta e um pacientes internados na UTI do Hospital de Base, maior unidade da rede pública de Brasília, correm risco de morrer por falta de medicamentos, de acordo com o Sindicato dos Médicos. Parte deles já teria deixado de receber os remédios adequados – como antibióticos e corticoides – na madrugada desta quarta-feira (31). A Secretaria de Saúde informou ao G1 que os R$ 100 mil repassados em novembro para a compra dos insumos de maior urgência deverão garantir o reabastecimento do estoque nos próximos dias.
O vice-presidente do sindicato, Carlos Fernando da Silva, disse lamentar a situação. “Pelas informações que obtivemos, a situação no Hospital de Base é extrema. Há vidas em risco e o pessoal da UTI está pedindo socorro. Nem no início da atual gestão vimos situação tão dramática."
Entre os medicamentos em falta estarão antibióticos como imipenem, vancomicina, amicacina, teicoplanina, linezolida, daptomicina e ertapenem. Corticoides injetáveis, sedativos e até dipirona também não constam no estoque.
Em nota, a secretaria disse que "muitos" processos de compra já foram finalizados e que agora aguarda a entrega dos produtos. Além disso, afirmou que todos os pacientes da unidade estão sendo assistidos e que ninguém deixou de ser medicado, porque os remédios têm substitutos. No total, o Hospital de Base tem 60 leitos de UTI em funcionamento e dez fechados por falta de profissionais.

Com o sogro internado no hospital desde o dia 22, a professora Stefanne de Sousa conta que a família tem vivido uma saga todos os dias para garantir o tratamento adequado. O homem sofreu uma fratura na costela e teve perfuração dos dois pulmões após um acidente de carro e agora precisa da ajuda de aparelhos para respirar.
Além de sedativos para aguentar a dor, a médica que cuida dele receitou um remédio contra pneumonia. Os profissionais conseguiram aplicar apenas uma dose, já que depois a medicação acabou.

“O sentimento é de revolta. A gente entrega um familiar nosso nas mãos do governo e é como se não estivesse nem aí. É muito triste”, disse. “A gente ouviu aqui que, se ele não tivesse tomado a primeira dose, provavelmente nem estaria mais aqui.”
Crise
A secretaria anunciou em novembro o repasse emergencial de R$ 100 mil ao Hospital de Base para que a instituição pudesse fazer compras de materiais básicos para cirurgias. Na época, médicos haviam suspendido procedimentos agendados alegando falta de de insumos, como compressas, gaze, analgésicos e remédios para enjoo.
“Repassamos esse valor para o [Hospital de] Base adquirir qualquer produto que está com estoque baixo”, disse na ocasião a secretária de Saúde, Marília Coelho Cunha. “Aconteceu que a secretaria, em um determinado momento, estava sem recurso e devendo para fornecedores."
Além disso, a pasta remanejou R$ 84 milhões de convênios com o governo federal – incluindo o fomento a programas de combate e prevenção a doenças como dengue e Aids, que apresentaram indicadores ruins neste ano – para pagar dívidas com fornecedores e reabastecer a rede pública da capital do país com medicamentos e materiais hospitalares. Um levantamento feito por técnicos estimava que o rombo da pasta seja de R$ 150 milhões.

Turistas fazem 'puxadinhos' na praia de Iracema para festa de réveillon


Praia de Iracema, em Fortaleza, deve receber um milhão de pessoas.
Show da virada terá 14 atrações até às 5h da manhã.

Do G1 CE
Turistas fazem "puxadinhos" na festa do aterro da Praia de Iracema (Foto: Gabriela Alves/G1)Turistas fazem "puxadinhos" na festa do aterro da Praia de Iracema (Foto: Gabriela Alves/G1)
Dezenas de grupos de turistas e cearenses montaram “áreas VIPs” nas areias do aterro da praia de Iracema para aproveitar a queima de fogos e os shows, na festa de réveillon. A técnica de enfermagem Janete Cavalcante chegou às 6h da manha para demarcar o lugar e receber cinquenta pessoas, entre amigos e familiares.
No "camarote" da Janete tem decoração de girassol, estrelas e uma ceia com sanduíche, chocolates e espumantes. Cada convidado leva um prato. Fitas isolam o local e jarros com flores recebem os que chegam.
A digitadora Cecília Moraes é uma das convidadas da "festa dentro festa". "Este é o segundo ano que ela faz. Trouxe essa ideia porque morou durante vinte anos no Rio de Janeiro e passava o réveillon em Copacabana. No ano passado, adoramos e estamos de novo aqui para sair só amanhã de manhã", diz Cecília.
O cearense Luís Antônio Almeida baia também resolveu montar uma barraca no aterro para curtir o réveillon. O agente comunitário de saúde vem desde 2006 para a festa na praia. O cearense chegou às 15h e fez dois "puxadinhos", para turistas baianos e goianos que conheceu nesta noite. "A gente aproveita os fogos, os shows e também faz novos amigos."
A programação do réveillon de fortaleza começou as 17h50. A expectativa é reunir mais de um milhão de pessoas.

Tarólogo prevê crescimento e fartura no setor agrícola alagoano para 2015


Tony Leopoldino, o 'Pai Tony de Oyá', trabalha com cartas há 28 anos.
Sacerdote afirma que próximo ano será muito bom para as pessoas idosas.

Do G1 AL
Sacerdote afro prevê crescimento na agricultura e na colheita (Foto: Lucas Leite/G1)Sacerdote afro prevê crescimento na agricultura e na colheita (Foto: Lucas Leite/G1)
“As cartas não são mágicas, elas são guias, que orientam as pessoas para aquilo que pode acontecer”, assim o tarólogo Tony Leopoldino, o “Pai Tony de Oyá”, que trabalha há 28 anos com as cartas, iniciou a conversa com a reportagem do G1 sobre as previsões para o ano de 2015.
Ao jogar o tarô, o sacerdote afro previu que o próximo ano será voltado para a terceira idade e, apesar das mudanças climáticas, terá fartura na colheita e no setor agrícola aqui no estado. “O governo e Organizações Não Governamentais (ONGs) se voltarão à velhice, tendo mais cuidado e valorizando os nosso idosos”, explica.


De acordo Pai Tony de Oyá, a carta regente para 2015 será o eremita, que corresponde ao aprendizado no tarô. “O eremita carrega a sua luz que ilumina os caminhos para o aprendizado, por tanto, ano que vem será um ano de reflexão, onde as pessoas se reciclarão bastante”, ressalta.
O sacerdote explica ainda que os planetas Netuno e Urano representarão o próximo ano, pois é uma preparação para o ano bissexto de 2016. Com isso, ele prevê um grande desajuste social no mundo.
Eremita é a carta que irá reger o ano 2015 (Foto: Lucas Leite/G1)Eremita é a carta que irá reger o ano 2015 (Foto: Lucas Leite/G1)
Diante das previsões, o G1 propôs ao tarólogo que falasse a respeito de temas de interesse público dos alagoanos, como o novo governo, a economia, saúde e segurança pública. Confira abaixo o que, segundo Pai Tony, as cartas dizem sobre o futuro do estado.

Governo de Alagoas
O tarólogo prevê que o novo governante do estado, Renan Filho (PMDB), fará uma ótima gestão, apresentando melhorias para Alagoas durante o seu primeiro ano de mandato, diminuindo o número da criminalidade que assusta milhares de alagoanos.
“O novo governador colocará ordem na casa, e organizará os problemas que vêm acontecendo nos últimos 12 anos dentro do nosso estado. Acredito em várias mudanças, principalmente na Secretaria da Educação”, informa.
Economia
No setor da economia, Pai Tony diz que o turismo, a agricultura e as exportações irão crescer muito no estado alagoano, principalmente entre os meses de março e abril do próximo ano.
Saúde
Na área de saúde, Pai Tony de Oyá, afirma que um grande surto de hepatite atingirá o Brasil, preocupando a Organização Mundial de Saúde (OMS), mas que apesar do susto, um grande passo para a cura de outras doenças como a diabetes e a Aids será dado.
Segurança Pública
“As drogas ainda matarão muitos dos nossos jovens, eu não vejo uma solução concreta para esse problema que vem vitimando muitas famílias alagoanas”, afirma o sacerdote afro, ao relembrar a previsão do desajuste social que atingirá Alagoas durante o próximo ano.

Acreanos falam sobre planos e o que esperam para 2015


'Quero ser cantora gospel em 2015', diz a jovem Ana Beatriz.
Mudar de vida e realizar sonhos estão entre as metas.

Iryá Rodrigues Do G1 AC
Eles fazem planos para 2015 e pedem paz, saúde e dinheiro (Foto: Iryá Rodrigues/G1)Eles fazem planos para 2015 e pedem paz, saúde e dinheiro (Foto: Iryá Rodrigues/G1)
Todo fim de ano é a mesma coisa. Muita gente faz promessas e estabelece metas para o próximo ano. Uns querem estudar mais, outros pretendem melhorar de vida, ganhar mais dinheiro, comprar um carro, mas todos querem felicidade, paz e saúde como resultado. O G1 ouviu algumas histórias de acreanos que estão fazendo planos para 2015.
A estudante Ana Beatriz, de 14 anos, diz que espera para 2015 paz, saúde e fé. Ela deseja ainda que sua avó, cega de um olho, volte a enxergar. Além disso, a jovem ressalta que seu maior plano é ser cantora de música gospel e seguir a carreira.
Quero seguir carreira de cantora gospel."
Ana Beatriz
"Espero muita paz, fé, saúde para minha família, que meus pais vivam bem, minha avó seja curada da visão dela, porque ela é cega de um olho e eu queria muito que ela voltasse a enxergar. Tenho muitos planos para 2015, quero me dedicar ainda mais aos estudos, para poder fazer uma faculdade, mas principalmente quero seguir a carreira de cantora gospel", diz Ana Beatriz.
Para a funcionária pública, Olindina Barbosa, de 35 anos, o ano de 2014 foi bom e o ano que chega pode ser melhor ou igual. "Eu gostaria que 2015 fosse melhor ou igual a 2014, que foi muito bom. Desejo mais saúde meus familiares e amigos que são pessoas importantes e para mim. Como eu andei esperando e sempre deixando para depois, esse ano pretendo fazer diferente, quero estudar e fazer uma graduação em Gestão. Até hoje estou firme, agora vou esperar o próximo ano chegar", conta.
Funcionária pública deseja fazer uma faculdade em 2015 (Foto: Iryá Rodrigues/G1)Funcionária pública deseja fazer uma faculdade em 2015 (Foto: Iryá Rodrigues/G1)
No próximo ano, o estudante Maicom Douglas, de 18 anos, segue com os olhos voltados ao trabalho e espera receber melhor para poder adquirir um carro. "Para 2015 eu desejo realizar meus sonhos, e para isso pretendo trabalhar mais e receber melhor. Meu maior plano para esse ano que vai chegar é conseguir comprar meu carro", fala.
O apicultor Ancelmo Alfredo, de 56 anos, diz que tem o sonho de consolidar a cooperativa em que participa, de produção e distribuição de mel para fortalecer esse comércio. Ele afirma ainda que, com esse trabalho, é possível garantir a qualidade de vida dos cooperados e de suas famílias, por meio do aumento da renda.
"Meu desejo é que a gente possa fortalecer esse trabalho para melhorar a qualidade de vida e acrescentar a renda das pessoas que estão bem distantes. Hoje estamos comercializando mel produzido até em Marechal Thaumaturgo", afirma Alfredo.
Ainda segundo ele, sua pretensão para o próximo ano é se tornar o maior apicultor do estado. "Se Deus me der saúde já está bom demais, porque coragem ele já me deu desde que nasci. E minha pretensão para o final de 2015 é ser o maior apicultor do estado do Acre", diz.
Já para a estudante Simone da Costa, de 24 anos, sua esperança é que 2015 seja um ano de crescimento para o estado e que a violência seja reduzida. "Eu espero que esse seja um ano de crescimento para o nosso estado, que diminua a violência que está difícil viver dessa forma. Espero também felicidade, saúde, paz, prosperidade e principalmente muito dinheiro. Meus planos para 2015 é passar em um concurso, e para isso pretendo estudar bastante e correr atrás o máximo possível", conta.

Peru é opção para acreanos durante a virada do ano


Acreanos dizem que viagem ao Peru vale a pena, apesar do câmbio.
‘Tudo é perfeito’, diz acreano que vai passar 1º Réveillon em Cusco.

Caio Fulgêncio Do G1 AC
George Naylor realizou o sonho de conhecer Cusco este ano (Foto: Arquivo Pessoal)George Naylor realizou o sonho de conhecer Cusco este ano (Foto: Arquivo Pessoal)
Comemorar a chegada de 2015 no Peru tem sido a opção de diversos acreanos. É o caso do servidor público Maycon Mendonça, de 30 anos, que, apesar de já ter visitado o país outras três vezes, decidiu passar o primeiro réveillon na cidade peruana, Cusco. A escolha, segundo ele, se deu por não se interessar por nenhuma festa em Rio Branco e o Peru foi eleito como destino, principalmente por causa da cultura.
“Resolvi vir de última hora, porque Rio Branco não apresentou festas atrativas e viajar sempre é bacana. Cusco tem uma cultura muito bacana e a virada de ano aqui acabou se tornando algo bem comentado em Rio Branco. Resolvi participar de algo diferente e aproveitar a cidade. Tem pessoas do mundo inteiro interagindo”, diz.
  •  
Maycon Mendonça decidiu passar a virada em Cusco, Peru (Foto: Arquivo pessoal)Maycon Mendonça visita o país pela terceira vez (Foto: Arquivo pessoal)
Maycon viajou com um casal de amigos. Ele conta que o grupo pretende fazer a contagem regressiva para a chegada do ano novo na Plaza de Armas, um dos principais pontos turísticos de Cusco. Em seguida, a comemoração se estende pelos diversos pubs e boates das proximidades.
Foram praticamente 24 horas de viagem. O grupo, que chegou ao Peru na segunda-feira (29), viajou de carro até Assis Brasil, distante 342 km da capital acreana, para depois fazerem o restante do trajeto em uma van e um ônibus. O custo só do translado, de Rio Branco até Cusco, chegou a R$ 150. “A viagem não foi mais tranquila, porque o nosso ônibus quebrou e tivemos que dormir em Porto Maldonado por não ter mais vagas no outro ônibus”, fala.
Sobre o custo da viagem, Mendonça diz que a estadia no Peru já foi mais econômica. O motivo é o valor do real no momento do câmbio. “Esse ano, o câmbio para o real não foi o melhor. Nossa moeda está desvalorizada em relação a deles. Onde se consegue achar a melhor troca de moedas é aqui em Cusco, R$ 1 é 1 soles”, explica.
No entanto, mesmo com os problemas que podem ocorrer na viagem e o baixo custo da moeda, Maycon garante que vale a pena. “Todo mundo fica encantado com a cidade. Cusco tem seu charme, magia e atrativos, além de muitos passeios como Machu Picchu. Tem uma ótima culinária, com restaurantes de todos os tipos e valores. Existe uma diversidade de pessoas, muitos mercados e vendas de artesanatos típicos. Vale muito a pena”, acrescenta.
Escolha semelhante foi feita pelo fisioterapeuta Hélio Aragão de 31 anos. Este ano, ele resolveu trazer a mãe, irmã e sobrinha. “Eu vim passar o réveillon de 2013 para 2014 e foi muito bom. Eu vim com amigos, e agora resolvi trazer a família para conhecer”, diz ele, que vai passar a virada também em Cusco.
Maycon está no Peru com o casal de amigos Luis Felipe e Janiffe Oliveira (Foto: Arquivo pessoal)Maycon está no Peru com o casal de amigos Luis
Felipe e Janiffe Oliveira (Foto: Arquivo pessoal)
Diferente de Maycon Mendonça, o fisioterapeuta conta que fez todo o trajeto de carro, possibilitando acompanhar a paisagem. A maior dificuldade da viagem foi a passagem pela fronteira. “A fronteira é extremamente estressante, há uma burocracia enorme. É muito demorado para entrarmos com nossos veículos brasileiros. Mas vale a pena, o povo peruano é acolhedor, educado e receptivo, principalmente com brasileiros”, fala.
Quem conseguiu realizar o sonho de conhecer o local pela primeira vez foi o jornalista e músico George Naylor, de 25 anos. Também em Cusco, ele fala que sempre teve interesse pela cultura peruana e que pretende estender o passeio até Machu Picchu.
“Sempre fui fascinado pela cultura peruana e tinha um grande sonho de conhecer o país, juntei o útil ao agradável. Faço parte de um grupo de amigos, de 10 acreanos, que resolveu se reunir e topar a aventura”, fala Naylor, que também fez o trajeto de carro até Assis Brasil e ônibus até Cusco.
Hélio Aragão fez a viagem até Cusco com a família de carro (Foto: Arquivo pessoal)Hélio Aragão fez a viagem até Cusco com a família de carro (Foto: Arquivo pessoal)
Também para o jornalista, apesar do problema da moeda, a viagem vale a pena. Tanto que já se planeja para as férias da metade do ano de 2015 para retornar ao país.  “Estou muito encantado com tudo, a limpeza, atendimento aos turistas, opções de lazer, segurança, comidas de todo o mundo e, principalmente, a riqueza da cultura da cidade. Sem dúvida, estarei de volta para prestigiar a Festa do Sol, que é uma das mais importantes do país. Aqui tudo é delicado e perfeito”, finaliza.
Beleza de Cusco atrai acreanos  (Foto: Arquivo pessoal)Charme e beleza de Cusco atraem acreanos (Foto: Arquivo pessoal)

Saiba o que dizem os búzios para 2015

Maíra Azevedo
A TARDE
  • Lúcio Távora | Ag. A TARDE | 17.06.2013
    Estudantes devem ocupar ruas para protestar contra aumento de taxa
Pelo segundo ano consecutivo, Evilson Souza, o famoso pai Aroeira, consulta o oráculo de Ifá (o popular  jogo de búzios) para a reportagem de A TARDE e faz previsões sobre o futuro de Salvador e da Bahia em 2015.
De acordo com o sacerdote,  Oxóssi, o orixá da fartura, e Oxaguian, o grande guerreiro da paz, são as divindades que vão reger o ano que se inicia.
"Justamente por isso será um ano para decidir as coisas. As dificuldades vão diminuir e quem tem casos na Justiça que estavam esquecidos tem a chance deles serem julgados e resolvidos", diz pai Aroeira.

O babalorixá acrescenta que as manifestações voltarão  às ruas, mas, desta vez, serão os estudantes que vão parar as cidades do Brasil. Uma grande fraude no Enem e o aumento de taxas serão responsáveis pelos protestos.
Mesmo não tendo visto que Rui Costa seria eleito governador, pai Aroeira aproveita para avisar que o sucessor de Jaques Wagner fará grandes mudanças em sua gestão e que tende a passar por uma situação de fragilidade.
"O que eu vejo é que ele periga passar por uma grande desilusão política e isso vai mexer muito com ele. Me parece ser uma traição. Além disso, um problema pode abalar fisicamente sua saúde", antecipa o sacerdote.
Para quem tem muitas ideias e não consegue emplacar, pai Aroeira informa que 2015 será um ano motivacional e ótimo para executar, tornar real os sonhos e planos. "A  praticidade e astúcia de Oxóssi estarão em toda a parte", garante.
Erros e acertos em 2014
Pai Aroeira previu que teríamos  greve da polícia e acertou. A educação também passou por paralisações e ele já tinha antecipado.  Na área de economia, ele acertou: com a realização da Copa do Mundo, muitos investidores internacionais aportaram em Salvador.
Ele também cravou a eliminação do Brasil e o tetra da Alemanha na Copa do Mundo, assim como o rebaixamento de Bahia e Vitória no Brasileirão. Mas, no quesito política, pai Aroeira vacilou. Ele viu nos búzios a possibilidade de um novo partido assumir o controle do governo, mas o PT  elegeu Rui Costa.

Previsões para 2015

Manifestações - Os estudantes vão ocupar as ruas para protestar contra o aumento de alguma taxa e por causa de uma fraude no Enem.
Seca - O Nordeste pode voltar a sofrer com a falta de água. A Bahia vai ser muito atingida pela seca e o clima vai esquentar.
Luto - Os búzios anunciam que vamos perder um grande artista da área da música.
Baixa na política - Um político de forte influência vai se afastar devido a problemas graves de saúde.
Futebol - O Bahia deve conseguir superar seus problemas e ter um 2015 mais tranquilo. Já o Vitória vai passar por contratempos no começo do ano, mas 2015 será bem melhor que 2014, podendo ganhar até um título.

Confira os números sorteados na Mega da Virada


Prêmio especial vai pagar este ano R$ 263,29 milhões
Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)
Os números da Mega-Sena da Virada foram sorteados na noite desta quarta-feira (31). O prêmio especial vai pagar pouco mais de R$ 263 milhões e passa a ser a maior premiação da história das loterias do Brasil. O valor previsto anteriormente era de R$ 240 milhões. Foram realizadas mais de 348 milhões de apostas em todo o país, conforme divulgado pela Caixa Econômica Federal. Confira as seis dezenas sorteadas no concurso de nº 1675:
20, 11, 16, 01, 56, 05
Durante a manhã e o início da tarde desta quarta-feira, diversas cidades no país tiveram grandes filas na lotéricas. De acordo com a Caixa, o prêmio da Mega da Virada não acumula. Ou seja, não existindo apostas premiadas com seis números (sena), o prêmio será rateado entre os acertadores de cinco números (quina). Se não houver ganhadores nesta faixa, o prêmio será dividido com quem acertar a quadra e assim sucessivamente.
Sorteios anterioresNa virada de 2012 para 2013, a Mega-Sena pagou quase R$ 245 milhões, o maior prêmio até agora sorteado pela Caixa. Três apostas foram vencedoras: uma de Aparecida de Goiânia (GO), outra de Franca (SP) e outra de São Paulo (SP). Em 2010, a Mega da virada pagou R$ 194 milhões. Já em 2011, R$ 177 milhões. 
O estado de São Paulo tem o maior número de vencedores desde a criação da Mega-Sena, em 1996. São 149 apostas sorteadas. Em seguida, aparece Minas Gerais, com 54, e Rio de Janeiro, com 50. O Paraná é o quarto estado, com 44, seguido por Rio Grande do Sul (27). O Amapá é a única unidade da federação onde não saiu nenhum vencedor.

Mais de 150 mil pessoas são esperadas no Réveillon da Praça Cairu


Se apresentam na quarta Wanessa da Mata, Ivete, Aviões, Pablo e Psirico.
Paraça Cairu terá 15 minutos de fogos de artifício na hora da virada.

Do G1 BA
Praça Cairu ficou lotada durante o terceiro dia de festa de réveillon em Salvador (Foto: Elias Dantas / Ag Haack)Contagem regressiva será feita pela cantora Ivete Sangalo (Foto: Elias Dantas / Ag Haack)
A Praça Cairu, local onde será realizada a festa de Réveillon de Salvador, deve receber nesta quarta-feira (31) mais de 150 mil pessoas, segundo estimativa da prefeitura.
A festa será aberta pela cantora Vanessa da Mata, que será seguida pelo grupo Psirico. Em seguida, por volta das 23h, é a vez do show de Ivete Sangalo, que será a responsável pela contagem regressiva que introduzirá o ano de 2015. Depois de Ivete, ainda se apresentam a banda Aviões do Forró e o cantor Pablo, que encerra o Réveillon.
Com o tema "Uma Festa para Todos os Sentidos", os festejos na capital baiana tiveram início no domingo (28), na Feira de São Joaquim, com shows do cantor pernambucano Otto e da banda BaianaSystem. Na segunda-feira (29), a festa chegou a Praça Cairu com apresentações de Carlinhos Brown, Saulo, Jorge e Mateus e do DJ francês Bob Sinclair.
O evento na Praça Cairu chegou continuou na terça-feira (30), com apresentações de Claudia Leitte, Thiaguinho, Wesley Safadão e Harmonia do Samba.
Na hora da virada, a capital baiana vai ter cinco toneladas de fogos de artifício, que poderão ser vistos em cerca de 10 pontos espalhados na cidade, entre eles, a Praça Cairu, onde a queima vai durar 15 minutos.
Os outros pontos com fogos de artifícios são Barra, Santo Antônio Além do Carmo, Boca do Rio, Itapuã, Cajazeiras, Boa Viagem, Ribeira, Ilha de Paramana, Ilha de Bom Jesus dos Passos, Iha de Maré, Praia de São Tomé de Paripe.
Segurança
O Comando do 2º Distrito Naval pede que as embarcações respeitem o perímetro de segurança de 250 metros na área onde serão disparados os artefatos pirotécnicos, perto do quebramar sul, que está sinalizado com boias. A restrição ocorre até as 9h do dia 1° de janeiro e foi avisado aos navegantes, informa a Marinha.
Diante do alerta, o Comando informa que as embarcações devem se manter fora da área para garantir a integridade física dos tripulantes e dos passageiros. A Marinha vai estar presente no local com quatro embarcações para fazer a fiscalização e contribuir com a segurança da vida humana no mar.

Mais de 10 mil frangos morrem na BA e granja acusa queda de energia


Local fica em fazenda e tem 22 mil frangos em cada um dos oito galpões.
Coelba alega que tempo de interrupção da energia não causaria mortes.

Do G1 BA, com informações da TV Subaé
Morte de frangos em São Gonçalo dos Campos, na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)Morte de frangos em São Gonçalo dos Campos, na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)
Cerca de 10 mil frangos morreram em uma granja localizada na zona rural de São Gonçalos dos Campos, na região de Feira de Santana, após queda de energia na manhã de terça-feira (30). Segundo o técnico agrícola Jair Ribeiro, o local fica em uma fazenda, tem oito galpões, cada um com cerca de 22 mil frangos.
"Esses galpões precisam de equipamento como nebulizadores e ventiladores. Nós fizemos três protocolos na Coelba [Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia]. Morreram no dia uns 6 mil frangos, mas vários ficaram debilitados e hoje já são 11 mil frangos mortos", afirma. Segundo ele, o contato foi feito com a Coelba pouco antes das 9h, mas a equipe chegou ao local no meio da tarde. Ribeiro afirma que, pela urgência, um encarregado conseguiu achar um eletricista na região, que conseguiu colocar uma caneleta no lugar e restabelecer a energia.
Queda de energia teria sido causa de morte de 11 mil frangos em São Gonçalo dos Campos, na Bahia (Foto: Arquivo pessoal)Queda de energia teria sido causa de morte de 11
mil frangos em São Gonçalo dos Campos
(Foto: Arquivo pessoal)
Segundo o veterinário André da Rocha, o período que a granja ficou sem luz contribuiu para a morte dos frangos. "Foi o tempo suficiente para ter a montandade relativa ao calor. Eles ficam em um galpão convencional, onde são utilizados ventiladores e um sistema de aspersão de ar. Tem uma tubulação que sai água sob pressão e faz névoa. Por conta do calor, eles morreram", relata o profissional.
A Coelba informou que recebeu duas reclamações de falta de energia. Segundo a gestora de atendimento a clientes da Coelba em Feira de Santana, Adriana Tenório, a informação passada pela granja sobre o período da interrupção, que teria sido duas horas pela manhã e mais duas horas pela tarde, seria insuficiente para provocar mortes dos frangos.
A Coelba nega demora no atendimento, detalhando que a reclamação chegou às 10h53 pela manhã e que às 12h15 a equipe esteve ao local e restabeleceu a energia. Em seguida, afirma que recebeu outra ligação às 13h30 e que os técnicos retornaram ao local às 16h02, quando a energia já tinha sido retomada em decorrência do serviço de um eletricista.
No entanto, o técnico Jair Ribeiro afirma que, no período da manhã, a concessionária de energia não chegou a ir na granja e restabeleceu o fornecimento de duas fases à distância, pelo centro de distribuição. Acrescenta ainda que a granja só funciona se as três fases de energia estiverem em funcionamento, o que só foi possível à tarde.

Fila para embarcar no terminal náutico chega a quase um quilômetro


Segundo Astramab embarcações estão saindo a cada 10 minutos.
Cerca de 12 mil pessoas passaram pelo terminal nos últimos dias..

Do G1 BA
Fila Terminal Salvador Bahia 1 (Foto: Maiana Belo/G1 Bahia)Fila para embarque no Terminal Náutico de Salvador
é de cerca de um quilômetro
(Foto: Maiana Belo/G1 Bahia)
A fila de passageiros que aguardam embarque para Itaparaica e demais ilhas da Baía de Todos-os-Santos, no Terminal Náutico de Salvador, no bairro do Comércio, é de quase um quilômetro, no fim da tarde desta quarta-feira (31).
De acordo com informações da Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), apesar da grande demanda, a espera não é longa, pois 14 embarcações estão saindo a cada 10 minutos. A Astramab ainda informa que nos últimos dias estão passando diariamente pelo terminal cerca de 12 mil pessoas, enquanto em dias normais este número cai para 4 mil.
A previsão é de que, nesta quarta, as travessias encerrem às 20h, mas o horário pode ser estendido caso a demanda de passageiros exija.
O dia foi tumultuado no terminal. Passageiros denunciaram venda de bilhetes para cambistas, o que gerou confusão no local. "Difícil. Desde as 4h da manhã estamos aqui e o povo tudo tomando a frente, passando, passando. Só vejo as lanchas saindo cheias e a gente continua na fila", afirma a auxiliar administrativo Heloísa da Cruz. "Eu cheguei aqui 4h30, estou com criança. Não peguei fila de prioridade, estou buscando os meus direitos", diz uma mãe.
Quem deixou para viajar na véspera enfrentou filas longas para embarcar no ferry boat, pelo Terminal de Bom Despacho, em Salvador. Quase dois mil pedestres embarcam a cada hora. A fila de carros atingiu 4 km.
Do terminal, a fila seguiu pela Avenida Engenheiro Oscar Pontes, em Água de Meninos, e vai em direção à Rua Barão de Cotegipe, na Calçada, passa pela Rua Luís Tarquínio, na Boa Viagem, e, por volta das 9h, a fila já estava perto da Igreja do Bonfim.
No Terminal Rodoviário, mais de 20 mil pessoas devem deixar a capital baiana com destino ao interior do estado para a passagem de ano. A Linha Verde, as cidades do recôncavo e as da região metropolitana são as mais procuradas, informaram os funcionários dos guichês.
Sete embarcações realizam a travessia Salvador /Ilha de Itaparica, com partidas em intervalos de 30 minutos, em sistema bate e volta, informou a Internacional Marítima. Os ferries operam durante 24h.
BR-324
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), até por volta das 6h45 desta quarta-feira, o fluxo de veículos tanto na saída, quanto na chega a Salvador pela BR-324 era tranquilo. A PRF afirma que não foram registrados congestionamentos no início da manhã.