sexta-feira, 31 de outubro de 2014


Ambulâncias do Samu de Caroebe, RR, não funcionam, diz enfermeira


Vereador diz que 'situação é vergonhosa' e população se sente humilhada.
Saúde do município informou que ambulâncias funcionarão até sexta (31).

Emily Costa Do G1 RR
Ambulância (Foto: Arquivo pessoal)Ambulâncias estão em situação precária, segundo
enfermeira (Foto: Arquivo pessoal)
As duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Caroebe, município no Sul de Roraima, estão sem transportar pacientes nesta quinta-feira (30). Segundo uma enfermeira da cidade, uma delas está quebrada e a outra está sem combustível. Desta forma, conforme ela, a Saúde municipal não tem como prestar atendimento aos pacientes e os enfermeiros são obrigados a pedir ajuda às cidades vizinhas.
Ao G1, a coordenação do Samu informou que a ambulância sem combustível será reabastecida até o fim do dia e a que está quebrada será consertada até sexta-feira (31). "Já está tudo sendo resolvido", comunicou.
De acordo com a servidora que, por medo de represálias, preferiu não se identificar, as ambulâncias começaram a apresentar problemas na quarta-feira (29), quando um paciente precisou ser levado ao Hospital Geral de Roraima, em Boa Vista.
"Ontem [quarta-feira, 29] um paciente precisou ser levado a Boa Vista, mas a ambulância quebrou no município de São Luiz do Anauá e tiveram de enviar outra. Depois disso, os pacientes chegaram ao Hospital Geral de Roraima, mas na hora de voltar a ambulância também quebrou e o médico está voltando de van para Caroebe", contou a enfermeira.
A servidora contou também que antes das ambulâncias quebrarem, as condições de funcionamento eram precárias. Um dos veículos não tem ar condicionado, borrachas para vedação das janelas e os próprios funcionários passam mal com o excesso de poeira durante as viagens. "É horrível", disse.
'Situação é vergonhosa'
Conforme o vereador Ney Barbosa (PSL) da Câmara de Caroebe, a Saúde do município é 'vergonhosa' e a população se sente humilhada quando precisa de atendimento médico. "Os produtores que moram em áreas isoladas viajam por horas e quando chegam aos postos de saúde, não há remédios e material para prestar ajuda", relatou.
Ainda segundo o vereador, outro problema que prejudica os moradores da cidade é a ausência de asfalto nas vicinais que dão acesso às localidades do município. "A falta de asfalto quebra as ambulâncias e faz com que o tempo do socorro dobre ou triplique", encerrou.
A reportagem tentou contato com o prefeito do município, Paulo Ortiz (PSDB), mas as ligações não foram atendidas.

TCE aponta sobrepreço em estruturas usadas na Arena das Dunas na Copa


Tribunal de Contas determinou suspensão do pagamento de fornecedores.
Foi identificado um superfaturamento de R$ 5,4 milhões.

Do G1 RN
Estruturas temporárias já estão sendo montadas na Arena das Dunas (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)Estruturas temporárias foram montadas para Copa
(Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)
O Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte determinou a suspensão dos pagamentos das empresas fornecedoras das estruturas temporárias usadas na Arena das Dunas durante a Copa do Mundo de 2014 em Natal. O corpo técnico identificou um superfaturamento total de R$ 5,4 milhões, além de irregularidades em relação aos serviços executados. As empresas negaram o superfaturamento.

Com base no relatório do corpo técnico, o Pleno do Tribunal de Contas do Estado concedeu uma medida cautelar ao Ministério Público de Contas e Ministério Público do RN para que o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) limite os pagamentos a R$ 5,3 milhões e R$ 1,2 milhão. O valor equivale a parte dos contratos assinados entre as empresas e o governo.
O TCE também constatou a execução parcial e inexecução de itens do acordo feito entre empresas e governo. A análise do tribunal mostra que dos 40 equipamentos de raio-x previstos, apenas 29 foram identificados e que dos sete mil metros quadrados de piso plástico em rolo descritos, só três mil metros quadrados foram utilizados. Já as bases de concreto para apoio de catracas, raio-x e M&B, além de postes, sequer foram executados.

O voto do conselheiro relator Carlos Thompson Costa Fernandes foi acompanhado pelos conselheiros Adélia Sales, Renato Costa Dias, Francisco Potiguar e Gilberto Jales. A decisão do conselheiro Carlos Thompson, em caráter liminar, atendeu ao pedido do Ministério Público de Contas e do Ministério Público do Rio Grande do Norte para  inspeção na execução de três contratos elaborados com Regime Diferenciado de Contratação para instalação de estruturas temporárias para a Copa do Mundo.

O Ministério Público de Contas e Ministério Público do RN alegam que a contratação das estruturas temporárias foi realizada com diversas irregularidades.

Torcedor ganha R$ 17 mil em doações para cirurgia da filha e cancela leilão


Erico Rodrigo recebe ajuda de todo o Brasil para realizar cirurgia da filha de quatro meses, que não enxerga. Coleção de 40 camisas do América-RN irá para memorial

Por Natal
O dia em que a solidariedade se somou à paixão por um time de futebol e mudou a vida de uma família inteira que vive em Natal. O que era para ser um leilão de camisas do América-RN pela internet em prol de uma cirurgia para recuperar a visão de um bebê se transformou em uma grande mobilização que envolveu um grande número de pessoas, inclusive de outras partes do Brasil. Três semanas depois de resolver leiloar sua coleção de 40 camisas oficiais do Mecão, o torcedor potiguar Erico Rodrigo da Silva se surpreendeu ao conseguir arrecadar quase R$ 17 mil para fazer o procedimento cirúrgico que pode fazer com que sua filha volte a enxergar. Nesta quinta-feira, Erico recebeu R$ 7.500 oriundos de uma campanha encabeçada por dois torcedores alvirrubros em Natal, que se somaram aos quase R$ 10 mil que obteve em menos de um mês, num esforço coletivo e solidário de amigos, parentes e até desconhecidos. A primeira doação veio do estado do Acre e foi a que mais chamou a atenção de Erico. Desempregado há três meses, um rapaz, que passou a conhecer pela internet, ficou sensibilizado pela matéria publicada pelo GloboEsporte.com, e resolveu ajudar como podia no momento, doando a quantia de R$ 7.
Érico Rodrigo leilão camisas América-RN (Foto: Klênyo Galvão/GloboEsporte.com)Erico (centro) recebeu os cheques no valor de R$ 7,5 mil das mãos de Victor e Beto (à dir.) (Foto: Klênyo Galvão)


- Se eu fosse citar nomes aqui, seria injusto. Eu agradeço primeiro a Deus, e queria agradecer demais a todos que me ajudaram de qualquer forma. Muita gente ajudou. Meus amigos no Facebook triplicaram, e todo mundo que me adicionava chegava perguntando como podia fazer para ajudar de alguma forma. Tinha gente querendo fazer alguma doação em dinheiro, médicos interessados no caso, e também pessoas apenas entrando em contato comigo para saber como estavam as coisas, me confortando, dando apoio psicológico... Eu só tenho a agradecer. Muito obrigado, mesmo, a todos! – disse Erico, que também gravou vídeo em agradecimento pelas doações (veja abaixo).
A ideia inicial era vender as camisas por R$ 4 mil, que se somaria a outros R$ 12 mil conseguidos através de um empréstimo no banco, e ainda precisaria de mais dinheiro. Mas um grupo de torcedores americanos soube da história de Erico e decidiu levantar o valor que faltava para completar o custo total da cirurgia, que é de R$ 20 mil. Em troca, ficaria com as camisas, e daria um destino especial para elas. Com o negócio fechado, o leilão – que chegou a receber um lance de R$ 5.700 – foi encerrado oficialmente nesta quinta-feira, com a entrega dos cheques no valor total de R$ 7.500. Agora, a coleção será eternizada e vai ganhar um lugar no novo memorial do América-RN, que também contará a história de Érica e será inaugurado em 2015 – ano do centenário do clube – após a reestruturação da sede social do Alvirrubro, na Avenida Rodrigues Alves, em Natal.
Beto Santos - conselheiro América-RN leilão camisas (Foto: Klênyo Galvão)Empresário mostra no celular as imagens usadas na campanha pelo Whatsapp (Foto: Klênyo Galvão)
- O que motivou a entrar nessa história para ajudar foi o fato de eu também ser pai de prematuros. Eu sou pai de trigêmeos, que nasceram com sete meses, e passei 45 dias na UTI com eles após o nascimento. Os médicos diziam que eles poderiam nascer com algum problema de saúde ou até desenvolver nos primeiros dias de vida. Isso já foi um sofrimento grande para mim. Eu fiquei imaginando o que o Erico não estava sentindo neste momento e resolvi começar essa campanha – disse o empresário Beto Santos, conselheiro do América-RN, que encabeçou a campanha junto com o publicitário e também conselheiro Victor Duarte, arrecadando o valor entre torcedores e membros da diretoria do clube.
Érica nasceu no dia 3 de junho, na hora em que acontecia a partida entre América-RN e Sampaio Corrêa, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Após o nascimento prematuro, com apenas seis meses de gestação, o bebê foi diagnosticado com um grave problema na visão, chamado de retinopatia da prematuridade, o que causou o descolamento das duas retinas. Uma primeira cirurgia, no valor de R$ 12 mil, já foi realizada em Natal, mas ainda assim a criança tem dificuldade de enxergar, tendo hoje apenas 30% da visão. Para a recuperação da maior parte da visão, o procedimento de vitrectomia na retina precisa ser realizado em São Paulo, já que a capital potiguar não dispõe dos equipamentos necessários para tal procedimento.
Erico Rodrigo, torcedor do América-RN (Foto: Arquivo pessoal)Coleção de camisas vai ganhar um lugar especial no novo memorial do América-RN em 2015 (Foto: Arquivo pessoal)

Com a ajuda recebida por amigos, parentes e desconhecidos, além da quantia doada pelos torcedores da "família americana" e de algumas economias guardadas, o pai de Érica já dispõe do valor necessário para a cirurgia, que já está marcada para o próximo dia 5 de novembro, no Hospital Hospital Sírio Libanês, e será realizada por uma especialista no assunto. 
Torcedor América-RN leilão camisas (Foto: rio grande do norte)Torcedor se surpreendeu com solidariedade de tantas pessoas (Foto: Klênyo Galvão)
E lembra do empresário que tomou a frente da campanha que levantou parte do dinheiro? Os trigêmeos prematuros dele completam também no próximo dia 5 de novembro 10 anos de vida, saudáveis e mais americanos do que nunca. Ele lembra os longos dias que passou na UTI com os seus bebês, se espanta ao dar conta da coincidência das datas, e revela o desejo de ver, daqui a algum tempo, Érica assistindo a um jogo do Mecão.
- É claro que pensamos em ajudar a Érica porque ela é americana, um símbolo da nossa torcida, mas com certeza esse sentimento extrapolou quando nos sensibilizamos com a história dela. Eu fiquei 45 dias com meus três filhos na UTI e sofri muito com a possibilidade deles terem algum problema de saúde decorrente da prematuridade. Imaginei como o Erico não estava se sentindo passando por isso, de fato. Isso me tocou e nós, a 'família americana', queremos mostrar com isso que nossa torcida vai além das arquibancadas. A vontade de todos nós é que ela passe por essa cirurgia para que possa ir ao estádio e ver o América-RN jogar – finalizou Beto Santos.

Aeroporto Tom Jobim, no Rio, tem falta de luz


Problema aconteceu entre 16h10 e 16h30.
Subestação de energia teve curto-circuito.

Do G1 Rio
A Concessionária RIOgaleão, que administra o Aeroporto Tom Jobim, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio informou, na tarde desta sexta--feira (31), que foi registrado um curto-circuito na principal subestação de energia do local às 16h10. Todos os terminais ficaram sem energia.
Ainda segundo a RIOgaleão, imediatamente, as equipes técnicas foram acionadas para tomar "as medidas necessárias" e, a partir das 16h30, a energia começou a ser restabelecida gradativamente em todos os terminais.
De acordo com o RJTV, alguns usuários afirmaram que a energia demorou cerca de uma hora para voltar. A concessionária informou que a luz voltou em 35 minutos.
Nesse período, as operações de pouso e decolagem funcionaram normalmente e o embarque e desembarque foi realizado com escadas remotas e ônibus, para garantir a segurança dos passageiros.
O serviço da Polícia Federal chegou a ser afetado pela falta de luz.
Ainda assim, computadores do check in pararam de funcionar após o restabelecimento da energia elétrica. Os funcionários reclamaram do calor por causa da pane no funcionamento dos aparelhos de ar condicionado.

Corrente do bem arrecada dinheiro para construir casa para recicladores


Grupo de músicos se apresenta nesta sexta-feira (31), em Paranavaí.
Dinheiro arrecado com os ingressos será doado para casal de catadores.

Do G1 PR, com informações da RPC TV Noroeste
O casal Ivan Cardoso Martins e Rose Maria dos Santos são recicladores em Paranavaí, no noroeste do Paraná, e sobrevivem com R$ 240 por mês. Por mais que trabalhem o dia todo, não conseguem construir a casa própria, o grande sonho do casal, pois os custos com a compra de materiais de construção e mão-de-obra são muito altos. Mas, há dois meses a vida deles está mudando para melhor com ajuda de um grupo de artistas da cidade.
Uma corrente do bem, formada por empresários, funcionários autônomos, prefeitura e músicos, está arrecadando recursos para a construção da casa dos sonhos dos catadores. “Se não fosse essa ajuda, seria impossível construir a casa. Pois os materiais e a mão-de-obra estão muito caros. Com o que ganhamos por mês, só dá para comprar comida, remédios e gás”, diz Rose dos Santos.
Por enquanto, eles moram em uma construção apertada, de apenas um cômodo - de teto baixo e frágil - mas, com a ajuda de amigos e da comunidade, o casal vai ganhar uma casa de alvenaria composta por um quarto, sala, cozinha e banheiro. Um trabalho que se tornou especial inclusive para os pedreiros da obra. “Queremos terminar a casa o mais rápido possível. Dá até gosto de realizar esse sonho”, diz o pedreiro Antonio de Oliveira.
Como ainda falta dinheiro para terminar a obra, um grupo de músicos se reuniu e, nesta sexta-feira (31) se apresenta em um show especial, que vai misturar pop rock e Música Popular Brasileira, na Casa da Cultura. Toda a verba arrecadada com os ingressos, que custam R$ 10, será doada para os recicladores. “Todos que vão cantar, são amigos. E o legal dessa apresentação é que vamos unir algo que gostamos muito com uma ação de solidariedade. Pois vamos ajudar as pessoas”, pontua o músico João Henrique de Andrade.
“Para mim, não existe maior felicidade do que essa”, conta animado o catador de reciclável, Ivan Martins.

Radar flagra motoristas escondendo placa de veículos para evitar multas


Em Cuiabá, homem foi flagrado no porta-malas cobrindo a placa do veículo.
Condutor que praticar esse ato pode ser multado e ter o veículo apreendido.

Do G1 MT
Homem esconde a placa de carro ao passar por radar em Cuiabá (Foto: Divulgação/Secretaria de Trânsito de Cuiabá)Homem no porta-malas de carro esconde a placa do veículo ao passar por radar em avenida de Cuiabá (Foto: Divulgação/Secretaria de Trânsito de Cuiabá)
Pelo menos 50% das imagens coletadas pelos radares e lombadas eletrônicas, instalados há cerca de um mês em Cuiabá, não possibilitam a Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (SMTU) a registrar o auto de infração. Segundo o secretário da pasta, Antenor Figueiredo, parte desse percentual é referente a veículos com prerrogativas que os permitem exceder o limite de velocidade indicado na região, como ambulâncias e viaturas policiais. Outra parte, porém, ainda não estimada pela secretaria, é de condutores que deliberadamente cobrem as placas para impedir a ação de fiscalização do órgão, conforme informou Figueiredo.
Em um dos casos registrados pelos radares na capital, um homem que está no porta-malas de um veículo coloca a mão para fora do carro e cobre a placa no momento em que o automóvel passa pelo radar, a 95 km/h, na Avenida Beira Rio. O flagrante foi registrado no fim do mês de agosto, às 3h29 da madrugada.
“Já tivemos casos de placas entortadas, outros em que o veículo está todo limpo, mas tem barro só na placa, e por aí vai”, revelou o secretário ao G1. Segundo ele, a SMTU está analisando a possibilidade de realizar blitz nos locais onde os equipamentos estão instalados para tentar coibir essa prática.
Antenor explica que apenas com as imagens das placas que foram escondidas não é possível identificar o condutor do veículo. No entanto, se um agente de trânsito flagrar a situação e conseguir chegar até o motorista, o mesmo pode ser multado e ter o veículo apreendido, afirmou o secretário. Em outro caso citado como exemplo, motociclistas chegam a se deitar no veículo para cobrir a placa traseira no momento em que a moto passava pelo equipamento de monitoramento.
Homem esconde a placa de moto ao passar por radar em Cuiabá (Foto: Divulgação/Secretaria de Trânsito de Cuiabá)Em outro flagrante, motociclista estica o braço para esconder
a placa (Foto: Divulgação/Secretaria de Trânsito de Cuiabá)
Em outras situações, a iluminação do próprio veículo na região da placa dificulta a visualização. A partir destas imagens, a SMTU deve concluir um levantamento sobre qual parcela desses flagrantes aponta que a placa foi de alguma forma escondida para evitar a multa.
A Prefeitura de Cuiabá instalou lombadas eletrônicas nas avenidas Beira-Rio (2), Mato Grosso (2) e General Melo (1). Os radares fixos foram instalados nas avenidas Miguel Sutil (6), Beira-Rio (2) e República do Líbano (2); e os detectores de avanço semafórico foram colocados na Avenida Generoso Ponce (2) e Avenida General Melo. A sinalização de todos os equipamentos já foi instalada, segundo informações da prefeitura.
Os aparelhos para multar quem ultrapassa o sinal vermelho, entretanto, não irão funcionar entre 22h e 5h59, por uma questão de segurança aos motoristas. No entanto, se os condutores ultrapassarem a velocidade permitida, serão multados.
Homem esconde a placa de moto ao passar por radar em Cuiabá (Foto: Divulgação/Secretaria de Trânsito de Cuiabá)Secretário de trânsito informa que quem tentar esconder a placa pode ter o veículo apreendido
(Foto: Divulgação/Secretaria de Trânsito de Cuiabá)

Venda de flores deve ter aumento no Dia de Finados em Campo Grande


Comércio deve estar concentrado nas portas de cemitérios da capital.
Proprietários de floriculturas afirmam que movimento nas lojas é fraco.

Do G1 MS
Tamanho e quantidade das flores pode variar entre os estabelecimentos (Foto: Divulgação/Procon-CG)Finados é quarta melhor data para venda de flores
em Campo Grande (Foto: Divulgação/Procon-CG)
Velas e flores são os principais produtos vendidos no Dia de Finados, no domingo (2), em Campo Grande. As vendas devem ser maiores nas barracas montadas em frente aos cemitérios. Nas floriculturas de Campo Grande o movimento não anima os comerciantes.
Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Logistas de Campo Grande (CDL), Ricardo Kuninari, o aumento esperado nas vendas para o segmento de flores é de 15% nesse período. Ainda segundo Kuninari, a data é a quarta melhor para a venda do produto, ficando atrás de Dia das Mães, Dia dos Namorados e Dia da Mulher.
Na porta dos cemitérios, ambulantes vendem desde flores artificiais até velas e coroas de flores. As barracas são montadas em uma área de pelo menos 100 metros de distância da entrada principal dos locais.
Sirlene Alves é proprietária de uma floricultura localizada na avenida Mato Grosso e disse ao G1 que a expectativa de vendas na loja para o Dia de Finados é baixa. “A venda de finados caiu porque os mercados começaram a vender os vasinhos e a quantidade é grande, para floricultura é quase inviável, a procura não aumenta 10%”, explicou.
Em outra floricultura, no Jardim dos Estados, o gerente Bernardo Schunke divide a opinião de Sirlene e explica que as floriculturas não tem mais a data como foco devido ao movimento fraco. “Aumenta mas é pouca coisa, não estamos próximos de nenhum cemitério e as pessoas preferem comprar na porta do cemitério ou em mercados. A data é boa, mas não para floriculturas”, explica.
Nos supermercados, a expectativa é alta e os comerciantes já reforçaram os estoques. Uma rede, que possui três supermercados na capital sul-mato-grossense, informou que reforçou o estoque para atender o aumento na demanda por conta da data. A expectativa da rede é que haja um aumento de 10% na venda de flores em comparação com o mesmo período do ano passado. Entre os itens mais procurados estão os vasos de Crisântemo, Kalanchoes e Violeta.

São Luís sedia eventos de Ciência e Tecnologia em novembro


Discussões serão realizadas no período de 3 a 6 de novembro.
São esperados 6 mil participantes de todo o país.

Do G1 MA
A capital maranhense vai sediar, a partir da próxima semana, dois eventos relacionados à Ciência e Tecnologia. As discussões em torno dos assuntos vão ser realizadas no período de 3 a 6 de novembro, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, localizada na Avenida Jerônimo de Albuquerque.
No local, que será palco do IX Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação (Connepi) e do I Universo Instituto Federal do Maranhão são esperados, aproximadamente, seis mil participantes de todo o país, que reunidos trocarão experiências entre docentes e discentes durante os quatro dias de atividades.
Na programação estarão previstos apresentação de trabalhos acadêmicos, mesas redondas, exposições, minicursos, além de palestras com renomados pesquisadores de todo o país enfatizando a importância da ciência e da tecnologia para a sociedade em geral.
Com o objetivo de servir de estímulo à promoção de ideias inovadoras, o IX Connepi e o I Universo Instituto Federal do Maranhão também darão oportunidade à área social, com a criação do Connepi Cultural. Um espaço para que alunos e professores da rede federal mostrem seus talentos em todos os segmentos ligados ao mundo das artes.
O IX Connepi e o I Universo Instituto Federal do Maranhão serão coordenados pela Secretaria de Educação Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) em parceria com Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

Escolas de Bom Jardim encerram aulas mais cedo por falta de merenda


Além da fome, alunos também sofrem com a falta de estruturas nas salas.
Segundo o MP, prefeitura não cumpre ações determinadas pelo Justiça.

Do G1 MA, com informações da TV Globo
Em Bom Jardim, cidade localizada a 275 quilômetros da capital maranhense, os alunos da rede municipal de ensino sofrem com a falta de merenda escolar e da ausência total de estrutura nas escolas. A matéria foi exibida nesta sexta-feira (31), no Bom Dia Brasil (veja a íntegra da matéria no vídeo acima).
Devido a estes problemas há mais de três semanas as aulas precisam ser encerradas mais cedo. “É necessário sair mais de por conta da falta de alimentação na escola. Então, esse trabalho fica prejudicado”, afirmou o professor afirma Aristides Rodrigues.
A denúncia é confirmada pelos próprios alunos, que saem pelo menos uma hora mais cedo para não ficar com fome. “É ruim porque a gente não aprende”, disse um aluno.
Em uma das escolas da cidade, alunos de séries diferentes assistem às aulas juntos, sem uniforme e muitos até descalços. Na cozinha, a professora mostra a merenda que chegou. “Só tem arroz”, conta a professora.
Em povoados mais afastados da sede, a situação fica ainda mais grave por causa da estrutura. A maioria das escolas têm as paredes de barro e piso de chão batido. Os alunos também vão embora mais cedo porque não têm o que comer. “Não tem merenda, não. Fico com fome”, disse uma das crianças da zona rural do município.
A escola que não tem comida, também não possui banheiro e as crianças usam o mato e muitas vezes têm que se expor a perigos, como arame farpado. “A gente passa por debaixo. Tem vezes que a gente se rela. Ainda tinha um arranhado aqui no braço”, disse Francisco Rodrigues, de 11 anos.
Ações judiciais
Segundo a promotora de Justiça da comarca, Karina Freitas Chaves, três ações civis públicas (ACP) foram ajuizadas contra a prefeita Lidiane Leite da Silva, em razão de irregularidades na educação municipal. A última no dia 23 de outubro, por ato de improbidade administrativa devido ao descumprimento de decisão judicial. A sentença descumprida refere-se à ACP movida em 8 de abril de 2014, quando a promotora requereu urgência na regularização do fornecimento de merenda escolar, o qual tem prejudicado o calendário de aulas no município.
No entanto, apesar da justiça ter concedido decisão favorável ao Ministério Público, a prefeitura descumpriu a ordem judicial para que fossem adotadas todas as medidas necessárias para a entrega, nas escolas da rede municipal, da totalidade de alimentos referente a um mês de aula (20 dias), durante todo o período letivo.
Em julho 2013 uma outra ACP foi ajuizada pela promotora, questionando a oferta irregular de ensino e o não cumprimento do calendário escolar devido à falta de professores, de transporte e de merenda escolar.
A prefeitura de Bom Jardim disse que não tem dinheiro para fornecer a merenda. E não falou nada sobre essa falta de banheiro.
Alunos têm que assistit aulas descalços e em chão de terra batida (Foto: Reprodução/TV Globo)Alunos têm que assistit aulas descalços e em chão de terra batida (Foto: Reprodução/TV Globo)

Sem merenda, crianças 'enganam' a fome com frutas em escola de Codó


Segundo os pais, há um ano não há lanche na Escola Novo Horizonte.
Na hora do recreio, crianças comem manga ou caju.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante
Sem merenda escolar, crianças que estudam na escola pública Novo Horizonte, localizada no povoado Corujão, na zona rural de Codó (leste do Maranhão), estão levando frutas como manga ou caju para enganar a fome na hora do recreio. Segundo os pais dos alunos, há um ano o lanche não é oferecido na unidade de ensino.
Pai de cinco filhos, Sebastião Bandeira dos Santos diz que não consegue entender a falta de merenda escolar. "Na hora do intervalo, vai pra casa, come umas mangas verdes por aí. O que tem, é isso. [Merenda] não tem. Eu acho umas coisas muito ruins porque eu acho que a verba vem pra merenda dos colégios dos meninos, né? E aqui não tem", reclama.
Segundo as crianças, se não tiver a fruta, eles passam fome. "Um caju, uma manga. [Se não levar de casa] fica com fome", revela o estudante Ian Alves da Silva, de 11 anos. "A gente só brinca mesmo. A gente fica com fome", afirma a aluna Laura Pereira dos Santos.
Falta de estrutura
Além da falta de merenda, a unidade de ensino funciona em um ponto de reunião construído pela associação de moradores do povoado, que foi cedido à Prefeitura de Codó. A estrutura, feita de madeira e cimento, tem paredes sem reboco, chão sem piso e teto sem forro. Os bebedouros são de barro e a cozinha possui um fogareiro.
Segundo uma professora da instituição, que não quis se identificar, a merenda só teria chegado aos alunos uma vez este ano, no mês de junho, e teria durado somente duas semanas.
A Secretaria de Educação de Codó informou que a Escola Novo Horizonte recebeu merenda duas vezes este ano. A primeira vez, em maio, e a segunda, em julho. No segundo semestre, não há registros de entrega de merenda na escola. A secretaria diz que aguarda a liberação da verba pelo governo federal, o que ocorrerá até o fim da próxima semana.

Após cirurgia, garoto de 10 anos e 2 m faz planos: 'Sonho jogar basquete'


Sérgio Gabriel já se recupera da operação em casa, em Novo Gama, GO.
Garoto tirou tumor no cérebro que produzia hormônio e causava gigantismo.

Sílvio Túlio Do G1 GO
O brasiliense Sérgio Gabriel Ribeiro Gomes, de 10 anos, que sofre de gigantismo, e a mãe, Ricardene Ribeiro (Foto: Raquel Morais/G1)Sérgio com a mãe: sonho de jogar basquete
(Foto: Raquel Morais/G1)
O garoto Sérgio Gabriel Ribeiro Gomes, que tem 10 anos e mede 2 metros de altura já se recupera em casa após passar por uma cirurgia para retirar parte do tumor no cérebro que produzia o hormônio do crescimento em excesso, causando o gigantismo. Ele vive com a mãe e a irmã em Novo Gama, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. Apesar de ainda ter que ficar em repouso, o menino se recupera bem e já faz planos para o futuro.
"Sonho em jogar basquete e fazer várias coisas que eu gosto. Nunca joguei, mas vou tentar e creio que vou conseguir", disse Sérgio ao G1.
A operação foi realizada no último dia 7, no Hospital Universitário de Brasília (HUB). Segundo a mãe dele, a pensionista Ricardene Ribeiro, o garoto está reagindo bem ao tratamento, mas ainda apresenta algumas dificuldades em casa.
"A falta do hormônio faz com que ele vá várias vezes ao banheiro durante do dia e sinta muita sede. Por causa disso, ele está tendo que tomar hormônio artificial. Tudo tem que ser muito controlado, ele não pode sair para lugar nenhum", pondera.
Após a operação, segundo Ricardene, o filho perdeu a visão do olho esquerdo e contraiu diabetes. Na próxima segunda-feira (3), ela irá novamente com o filho à Brasília para a primeira consulta após o procedimento.
"Me falaram que ele pode voltar a enxergar, mas não há nada confirmado. A diabetes não é aquela muito grave e também pode ser controlada. Mas temos que esperar a consulta para ver o que vai ocorrer", diz.
Apesar da situação do filho, a pensionista acredita que ele ficará completamente curado. "Tenho esperança. Ele é um menino cheio de alegria e de sonhos. Eu sonho em ver meu filho saudável", afirma.
Giagantismo
O gigantismo foi descoberto quando Sérgio tinha 6 anos de idade. O tumor tinha o tamanho aproximado de um limão e prejudicava o funcionamento da glândula, responsável pelos hormônios de crescimento e por uma série de funções corporais.
A endocrinologista Luciana Naves, uma das responsáveis pelo procedimento, havia dito antes da cirurgia que o tratamento de Sérgio Gabriel seria extenso. O menino deve passar por radioterapia, além de tomar injeções mensais e remédios pelos próximos anos para impedir o avanço do tumor.

Égua é sacrificada após diagnóstico positivo para mormo, em Goiânia


Animal contaminado estava prenhe e participava de uma competição.
Doença infectocontagiosa não era registrada em Goiás desde 1960.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
Uma égua foi sacrificada nesta sexta-feira (31), em Goiânia , após ser diagnosticada com mormo, uma doença infectocontagiosa que pode ser transmitida para o homem. O animal contaminado, da raça manga-larga machador, estava prenhe e era mantido isolado na sede da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA). A égua participava de uma competição em exposição agropecuária neste mês quando surgiu a suspeita da doença. O local foi isolado.
Uma amostra do sangue do animal foi enviada ao Laboratório Nacional Agropecuário, do governo federal, no Recife. O diagnóstico positivo para a doença foi anunciado na quinta-feira (30).
O mormo é causado por uma bactéria transmitida por secreções do animal doente, como urina, fezes e secreção nasal. Dentre os sintomas nos cavalos estão febre, emagrecimento e pneumonia. Não existe vacina para a doença e a orientação do Ministério da Agricultura é sacrificar o animal infectado.
Na sede da SGPA, estão proibidas a entrada e saída de animais que estão na SGPA. Todos os 128 bichos que estão no local terão de ser examinados. Serão feitos dois testes: um imediatamente e outro em cerca de 30 dias. Caso os testes de todos os animas resultem negativo para a doença, o parque será desinterditado. Já se um dos equinos estiver infectado, os testes terão de ser reiniciados.
Segundo o fiscal federal agropecuário Wendell Amaral, não havia registro da doença em Goiás desde a década de 1960.  “O risco para o ser humano existe, apesar de que a literatura não cita casos transmitidos diretamente do cavalo para humano, mas sim em caso que a pessoa contraiu manipulando a bactéria. Mas há uma possibilidade quando o animal está com a sintomatologia da doença, que não era o caso aqui”, explica.
Cavalos são mantidos isolados após diagnóstico de mormo na Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura, em Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Cavalos são mantidos isolados após diagnóstico de mormo na SGPA (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Um em cada três carros no DF não atualizou licenciamento, diz Detran


São 557 mil veículos de uma frota de 1,5 milhão sem o documento de 2014.
Fiscalização teve início há 15 dias e já apreendeu mil carros irregulares.

Do G1 DF
O Detran informou nesta quinta-feira (30) que um em cada três veículos no Distrito Federal está sem o licenciamento de 2014. O órgão iniciou a fiscalização exigindo o documento deste ano no último dia 16.

Segundo o Detran, o DF tem uma frota de 1.550.684 veículos. Deste total, 556.784 (35,9%) ainda não renovaram o licenciamento de 2014. Quem foi flagrado dirigindo sem o documento tem o carro apreendido, paga multa de R$ 191,54 e perde sete pontos na carteira dfe habilitação.
Caso o carro esteja licenciado mas o motorista não tenha o documento em mãos, a infração é leve, penalizada com multa de R$ 53,20, três pontos na carteira e retenção do veículo. A situação do veículo pode ser acompanhada pelo site do Detran ou pelo número 154.

Desde 16 de outubro, quando começou a exigência do licenciamento 2014, cerca de mil veículos foram recolhidos, segundo o Detran. O órgão informou que já abordou 15 mil automóveis desde o início da fiscalização.

Para regularizar a situação do veículo, o motorista deve quitar os débitos de IPVA junto à Secretaria de Fazenda e pagar o seguro obrigatório (DPVAT), as taxas do licenciamento e multas vencidas, caso existam. Os boletos podem ser emitidos no site do Detran ou nos postos de atendimento do Na Hora.

Fortaleza recebe Feira Internacional de Artesanato e Decoração


Ao todo a feira terá mais de 20 mil itens distribuídos em 80 estandes.
O evento ocorre no Centro de Negócios do Sebrae-CE.

Do G1 CE
Feira já está em sua 5ª edição (Foto: Divulgação/Feincartes)Feira já está em sua 5ª edição (Foto: Divulgação
/Feincartes)
A partir do dia 7 de novembro Fortaleza vai receber a 5ª edição da Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Feincartes). O evento, que segue até 16 de novembro, ocorre no Centro de Negócios do Sebrae-CE. Ao todo a feira terá mais de 20 mil itens distribuídos em 80 estandes,  a previsão é que 40 mil pessoas visitem o local.
A Feincartes traz novidades em decoração, acessórios, vestuário e arte. Para esta edição está confirmada a participação de 18 países: África do Sul, Bolívia, Chile, Coréia, Equador, Filipinas, Gana, Índia, Indonésia, Japão, Marrocos, Nepal, Paquistão, Quênia, República Tcheca, Rússia, Senegal e Turquia.
Já os produtos brasileiros serão expostos pelos estados do Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal.
O evento também terá uma espaço gastronômico que inclui queijos e vinhos trazidos do Rio Grande do Sul, além dos doces de Minas Gerais e os de Caravana do Marrocos, com 0% de açúcar. Os visitantes poderão ainda apreciar apresentações de grupos de danças indianas, como a bollywood dance, e da tradicional dança do ventre.
Serviço
Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Feincartes)
Data: 7 a 16 de novembro de 2014
Local: Centro de Negócios do SEBRAE (Av. Monsenhor Tabosa, 777 – Praia de Iracema)
Horário de visitação: Todos os dias, das 15 às 22 horas
Entrada: R$8,00
Ingressos: Pessoas com 60 anos ou mais pagam meia-entrada e crianças com até 12 anos de idade, acompanhadas por responsável, são isentas

Cidade no Ceará disponibiliza só 20 litros de água ao dia por pessoa


Todas as reservas hídricas de Irauçuba se esgotaram.
Município depende de água de carro-pipa levada por vizinhos.

André Teixeira Do G1 CE
Na madrugada, famílias se acordam e fazem longas filas para coletar água nos tanques espalhados pela cidade. Horário e data do abastecimento é irregular e família não sabem quando será o próixmo fornecimento (Foto: André Teixeira/G1)Na madrugada, famílias fazem filas para coletar água em tanques públicos (Foto: André Teixeira/G1)
 
A última reserva de água da cidade de Irauçuba, no Ceará, secou há quatro meses e os 22,3 mil habitantes dependem de água de cidades vizinhas que chegam em carro-pipa. Na zona rural, a água potável é levada pelo Exército, racionada em 20 litros de água por dia por pessoa, que são usados para todas as necessidades. "São 20 litros para lavar prato, lavar roupa, fazer a comida, tomar banho e ainda beber. É impossível. Estamos em uma situação de penúria mesmo, só sobrevivendo", relata a agricultora Geovana Maria de Sousa.
Ela tem no quintal de casa uma cisterna que acumulava água da chuva. Até o fim de setembro era a fonte da família. "Mesmo com pouca chuva neste ano, ainda deu para encher a cisterna toda. Depois que o açude secou, a gente só tinha ela para tirar água e acabou rápido."
Na zona urbana de Irauçuba, a 150 quilômetros de Fortaleza, a estação de tratamento da Companhia de Água e Esgoto (Cagece) recebe um volume diário de 250 mil litros, trazidos de açudes vizinhos em carro-pipa. Com essa baixa quantidade – a cidade precisa diariamente de 1,2 milhão de litros (cerca de cinco vezes o que recebe) –, a água chega apenas às torneiras das casas mais próximas da estação.
A maioria da população depende da água levada pela Defesa Civil do Estado do Ceará a tanques públicos espalhados pela cidade. Como o abastecimento é irregular e chega a demorar 10 dias, muitos têm que pagar pelo que consomem.
Açude Jerimum, principal fonte de abastecimento de Irauçuba, secou há quatro meses. As últimas poças d'água são inadequadas para o consumo humana, mas serve para o rebanho (Foto: André Teixeira/G1)Açude Jerimum, principal fonte de abastecimento de Irauçuba, que secou há quatro meses (Foto: André Teixeira/G1)
"Vender água em Irauçuba virou um negócio lucrativo nos últimos meses. As pessoas que têm caminhão deixaram de fazer outras atividades para vender água, que é a mercadoria que todo mundo quer. Alguns, inclusive, já expandiram o negócio. Começaram com três caminhões e hoje já têm seis ou sete", diz o secretário de Meio Ambiente do município, Caetano Rodrigues.
frase seca (Foto: André Teixeira/G1)
Os pipeiros, como são chamados, trazem água dos açudes do Frade ou Missi, das cidades de Itapajé e Itapipoca, e vendem em Irauçuba por R$ 25 cada mil litros. A água tem forte odor, é suja e inadequada para beber. Em geral, ela é dada aos animais ou usada para tomar banho.
"Procuram direto, dia e noite. Hoje Irauçuba já tem 40 caminhões-pipa, e eles não param. Todos os dias a gente faz dezenas de viagens para abastecer as caixas daqui", diz Jacob Andrade Ribeiro, pipeiro de 49 anos. Os açudes de Itapajé e Itapipoca têm 20% e 16% da capacidade máxima, respectivamente, e a população teme que essas reservas também acabem.
"A água que vem desses locais só resolve a situação emergencial. A coisa só vai melhorar mesmo com boas chuvas no próximo ano", diz o secretário Caetano Rodrigues. No Ceará, as chuvas ocorrem, principalmente, em março, abril e junho.
População divide o dinheiro recebido do Bolsa Família para comprar alimento e água (Foto: André Teixeira/G1)Thiago Rafael da Silva Moreira, de 10 anos, comemora a chegada do caminhão-pipa do Exército na zona rural (Foto: André Teixeira/G1)
Na área urbana, quem não pode pagar pela água tem que esperar o abastecimento da Defesa Civil no tanque público mais próximo. Às 2h da manhã de 16 de outubro, a aposentada Maria Amélia levantou da cama acordada pelo filho de 12 anos, que percebeu a chegada do carro-pipa. Em cerca de dois minutos, as ruas da comunidade Fazendo Mocó estavam tomadas por centenas de pessoas com baldes vazios, fazendo fila para coletar água. O caminhão levou 20 minutos para encher o tanque; em menos de 10, ele secou novamente.
"É sempre assim. Todo mundo corre e fica um alvoroço de gente para conseguir água. Normalmente todo mundo consegue. O problema é quando demora muito para voltar, mais de uma semana. Aí a gente fica sem uma gota d'água em casa. Ou consegue de favor dos amigos ou tem que comprar com o dinheiro do Bolsa Família", relata Maria Amélia.
Raimunda Rodrigues e a mãe Francisca Rodrigues carregam 15 baldes por semana: "coluna dói" (Foto: André Teixeira/G1)Raimunda Rodrigues e a mãe Francisca Rodrigues carregam 15 baldes por semana: "coluna dói" (Foto: André Teixeira/G1)
A autônoma Raimunda Rodrigues, de 42 anos, e a mãe, a aposentada Francisca Rodrigues, 69, também investem parte do dinheiro do Bolsa Família para a compra de água. "Se a gente for esperar [pelo abastecimento de água nos tanque], a gente morre à míngua. Agora a gente compra um pouquinho menos de comida e tem que separar um pouquinho para água de beber", diz a filha. As duas carregam, semanalmente, 15 baldes de 20 litros da rua em frente à casa até a cozinha. "Nós somos mulheres já de idade. Todo dia é carregando isso. A coluna dói, mas, como a gente mora só, vai ter que ser assim."
  •  
Ficha - especial seca - Irauçuba (CE) (Foto: G1)
Segundo a Defesa Civil, a demanda de água em todas as regiões da cidade é muito grande, por isso não há como abastecer de forma regular todos os pontos.
Prejuízos e conta no vermelho
Com a estiagem que já dura três anos e meio, todo o sistema de irrigação e produção agropecuária está parado na cidade. O gado bebe água das cacimbas (poços) feitas onde ficavam os açudes. Segundo o prefeito de Irauçuba, José Mota, nas últimas semanas o prejuízo se estendeu ao comércio e ao serviço público. "Nós temos hospitais, delegacias que não podem deixar de receber água, mas estamos com receio de que falte. Temos cinco indústrias que garantem emprego a muita gente e que precisam de água, não podem ficar sem. O comércio já está sentindo os prejuízos também."
Segundo Mota, a Prefeitura de Irauçuba investiu R$ 1,23 milhão na compra de água desde o início da sua gestão, em janeiro de 2012. "Esse valor é muito alto para uma cidade como a nossa. A água não pode faltar, então às vezes não conseguimos honrar nossos compromissos. Já estamos atrasados com alguns fornecedores e tememos que situação piore ainda mais", diz.
Adutora deve ficar pronta em dezembro e vai puxar água de açude que tem atualmente 20% da capacidade máxima (Foto: André Teixeira/G1)Adutora deve ficar pronta em dezembro e vai puxar água de açude que tem atualmente 20% da capacidade máxima (Foto: André Teixeira/G1)
O governo do estado anunciou há mais de um ano uma adutora emergencial para levar água a Irauçuba. O governador Cid Gomes visitou a cidade em 16 de outubro e vistoriou as obras. "Temos que construir a adutora o quanto antes, essa vai ser a solução definitiva para a cidade", disse. Durante a visita, um pequeno grupo fez uma manifestação cobrando a aceleração na obra. "Desde 2012 estamos esperando, e até agora nada", reclama Lucas Leitão.
Para o secretário de Meio Ambiente de Irauçuba, Caetano Rodrigues, há risco de que, quando a adutora esteja pronta, a água do açude esteja esgotada. "A adutora deve ser concluída em dezembro, mas o açude de onde ela vai tirar água tem atualmente 20% da capacidade. Quando ela for puxar água, pode ser que não tenha mais nenhuma gota."

Que CPI que nada!

Os ianques é que vão botar na cadeia os petistas corruptos pegos no propinoduto da Petrobras.

Por incrível que pareça, é a internacionalização da Petrobras que vai fazer com que a corrupção implantada pelo PT na estatal seja apurada até o fim. Sim, porque o PT é o culpado. Foi o PT que loteou a Petrobras com os demais partidos corruptos. Mas o ponto é que a Petrobras anunciou ter contratado dois escritórios de advocacia, o americano Gibson, Dunn & Crutcher e o brasileiro Trench, Rossi e Watanabe para auxiliá-la nas investigações. Ambos se apresentam como especializados em FCPA (Foreign Corrupt Practice Act), lei americana que prevê pesadas penas e multas a empresas estrangeiras com ações em bolsas americanas que sejam flagradas em corrupção. A Petrobras tem ADRs (títulos lastrados em ações) negociadas na Bolsa de Nova York (NYSE). A contratação ocorreu dias depois de a Petrobras ter sido pressionada a aprofundar a apuração pela PwC (PricewaterhouseCoopers), empresa que audita seus balanços, sob ameaça de não avaliar as contas do terceiro trimestre e, em caso extremo de omissão, relatar o episódio à SEC (Securities Exchange Commission, o órgão que regula o mercado de capitais americano). Vejam só: os "malditos imperialistas" é que vão nos ajudar a botar estes socialistas corruptos na cadeia, porque lá a investigação vai fundo, não é engavetada como aqui no Brasil. 
BLOG DO CORONEL

9º dígito chega a mais de 4 milhões de celulares no AM neste domingo (2)


Atualmente, o estado tem serviço de quatro operadoras de telefonia móvel.
Medida também foi implementada em outros estados, como Pará e Amapá.

Camila Henriques Do G1 AM
GNews - celular (Foto: Reprodução/GloboNews)Nono dígito será obrigatório após período de
adaptação (Foto: Reprodução/GloboNews)
Assim como em outros estados brasileiros, o nono dígito na telefonia móvel também será obrigatório no Amazonas. A partir deste domingo (2), os mais de 4 milhões de aparelhos do estado terão o formato 9xxxx-xxxx. Junto ao Amazonas, Amapá, Pará, Roraima e Maranhão também sofrerão a mudança. A medida já foi implementada em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.
Atualmente, o estado conta com serviços de quatro operadoras de telefonia móvel: Claro (com mais de 300 mil linhas), Oi (mais de 353 mil), TIM (mais de 665 mil) e a Vivo (com pelo menos 2 milhões). Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), cerca de 4.115.369 linhas estão em funcionamento no Amazonas.
Em agosto de 2013, o G1 noticiou que a mudança seria feita no Amazonas. Na ocasião, o coordenador de numeração da Anatel em Brasília, Afonso Feijó, explicou que a decisão foi tomada pelo conselho do órgão por conta da "enorme demanda no DDD 11, em São Paulo". "A partir daí, decidimos pela padronização da marcação, até para facilitar as coisas, já que, com a mudança, muitas pessoas poderiam ficar confusas se estado A ou B tem o nono dígito", afirmou. "Por isso, determinamos que até 2016 todo o país esteja com essa nova numeração. Acreditamos que, assim, a capacidade numérica em todos os estados será maior", acrescentou Feijó.
Transição
De acordo com a Anatel, vai haver um período de transição, até o dia 11 de novembro, em que tanto as chamadas com oito quanto com nove dígitos, serão completadas. A partir do dia 12 de novembro, as chamadas com oito dígitos passarão a ser interceptadas e o usuário vai ouvir uma mensagem sobre a mudança. Nesta fase, fica a critério da operadora completar a ligação.
A partir de 10 de fevereiro de 2015, a mensagem de orientação não será mais ouvida e apenas as chamadas com o nono dígito serão completadas.
No caso das mensagens de texto, o convívio duplo vai acontecer apenas até 11 de novembro. A partir de 12 de novembro, vão funcionar apenas com o nono dígito. De acordo com a agência, as operadoras vão oferecer aplicativos para que os usuários façam a correção de suas agendas telefônicas. Esses aplicativos, porém, só funcionam em smartphones.
A medida será necessária independentemente de a ligação ser feita a partir de um telefone fixo ou móvel, de qualquer lugar do Brasil.
Veja alguns aplicativos de smartphone que já estão atualizados para acrescentar o nono dígito a números de telefonia celular:
  •  
Nome
Descrição
Preço
9d+, aplicativo de nono dígito para smartphone (Foto: Divulgação)
9d+
Em vez de simplesmente incluir o nono dígito, o "9d+" pode criar um novo número atualizado dentro do contato e manter o antigo. Assim você vê se a transição foi feita corretamente sem correr riscos.
Caso esteja tudo correto, você pode voltar atrás na duplicação e desfazer as cópias com a opção Apagar.
Também é possível adicionar o dígito 9 a números sem código de área. O recurso é útil caso todos os seus contatos sejam do RJ ou do ES e você não tenha se dado o trabalho de incluir o DDD em cada um deles.
Gratuito para Android (acesse aqui) e custa US$ 0,99 no iOS (acesse aqui)
nonoDígito, aplicativo de nono dígito para smartphones (Foto: Divulgação)
nonoDígito
O "nonoDígito" possui versões pagas e gratuitas para iOS. De acordo com o criador Caio Lopes, o diferencial da versão de US$ 1 é a capacidade de criar um backup automático da agenda que pode ser restaurado a qualquer momento.
O app também permite aplicar o dígito 9 a todos os contatos independentemente do DDD e identifica prefixos de comunicação via rádio, que não serão afetados pela mudança.
Custa US$ 0,99 para iOS (acesse aqui) e tem uma versão gratuita para iOS (acesse aqui) e Android (acesse aqui).
9 dígitos, aplicativo de nove dígitos para smartphones (Foto: Divulgação)
9 Dígitos
O "9 dígitos" também tem duas versões. A gratuita não acrescenta o dígito 9 aos contatos da sua agenda, mas permite que você visualize e ligue para os números usando o nono dígito.
Caso você pague US$ 1, além de incluir o algarismo 9 aos números, o app também atualiza a operadora dos seus contatos.
A versão paga também permite desfazer as mudanças e identifica números de rádios.
Custa US$ 0,99 para iOS (acesse aqui) e tem uma versão gratuita, o 9 Dígitos Free (acesse aqui).
Aplicativo Novo número Brasil adiciona dígito nove a lista de contatos do celular (Foto: Divulgação/Android)
Novo número Brasil
Na opção "Iniciar busca de contatos a modificar" o aplicativo mostrará todos os números de celular que devem ser atualizados com o nono dígito. Basta clicar em “Alterar contatos” e a sua agenda já estará inteira atualizada.
De acordo com o desenvolvedor Guilherme Brighenti um dos diferenciais do aplicativo é permitir a visualização prévia dos contatos que serão modificados antes de efetivamente atualizar a agenda.
O aplicativo também oferece a opção de reverter as alterações na agenda de contatos.
Gratuito para Android (acesse aqui)

  •  
Troca Número, aplicativo de nono dígito para smartphones (Foto: Divulgação)
Troca Número
De interface bastante simples, o Troca Número permite prever quais contatos serão afetados pela inclusão do nono dígito.
Caso você se arrependa das mudanças, é possível revertê-las.
Mas fique atento: o aplicativo não distingue DDDs.
Gratuito para Android (acesse aqui).
Aplicativo Digit9 (Foto: Divulgação/Mondial)
Digit9

O “Digit9” é uma opção de ferramenta para converter a agenda de telefones do Outlook, no sistema operacional Windows. O aplicativo desenvolvido pela empresa Mondial já está atualizado para acrescentar o nono dígito a celulares de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. O app funciona nas versões do Outlook 2003, 2007, 2010 e 2013, nos sistemas operacionais Windows XP, 7 e 8. Tem uma versão para iOS

No AM, menina doa cabelo a instituto após mãe de criação morrer de câncer


Estudante cortou 43 cm do cabelo em campanha que teve adesão de 700.
'Se fosse para a mamãe eu faria o mesmo', disse Maria Julia, de 11 anos.

Jamile Alves Do G1 AM
Maria Julia tinha cabelo grande há cinco anos (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Maria Julia tinha cabelo grande há cinco anos (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
"Fazer o bem, sem olhar a quem". O dito popular incorpora em cada palavra o propósito da estudante Maria Julia Menezes, de 11 anos, que decidiu doar os cabelos longos "cultivados" por cinco anos para vítimas de câncer durante campanha realizada em Manaus. A atitude, por si, já é considerada nobre. Para a jovem, entretanto, a coragem de mudar de visual tem um significado ainda maior. Com as mechas recém-cortados nas mãos, ela relembrou a bravura da mãe de criação, Shirley Bessa, que morreu após lutar contra o câncer, há quatro anos. "Se fosse para ela eu teria feito o mesmo", disse.
Filha da doméstica Isabel Menezes, 36, Maria Julia foi criada desde bebê junto à família de Shirley. A proximidade entre as duas logo fizeram a estudante chamá-la de mãe, e levou também a Shirley ser escolhida madrinha de Maria Júlia. Quando a menina tinha quatro anos, a família recebeu a notícia de que Shirley estava com câncer no estômago. Mesmo muito nova na época, ela relembrou o dia em que a madrinha precisou cortar os cabelos. "Ela foi lá pro quintal com o papai [esposo de Shirley], aí ele pegou a máquina e começou a raspar", relembrou.
Maria Julia com os pais de criação (Foto: Arquivo Pessoal)Maria Julia com os pais de criação há cinco anos
(Foto: Arquivo Pessoal)
Shirley morreu após dois anos, em 2010, quando Maria Julia tinha apenas seis anos. O olhar assustado com o qual Maria encarou a tesoura era de quem, assim como a mãe de criação, cultivava os cabelos pouco acima da cintura. Mesmo com medo do resultado, ela se mostrou convicta da decisão que, para ela, simboliza uma homenagem à mãe de criação.
"Eu lembro que a mamãe sofria muito, principalmente depois que ficou carequinha. Eu quero deixar outras mulheres que também sofrem de câncer felizes. Sei que é importante para a autoestima delas", contou a menina, ao revelar que recusou propostas para vender o cabelo. "Eu prefiro doar a quem realmente precisa deles", disse.
Já com os cabelos mais curtos, ela posou feliz junto aos recém-cortados 43 cm de cabelo, separados por mechas. "Estou aliviada. Com um pouco de frio agora, mas estou feliz", brincou. Os cabelos de Maria Julia e de outras 700 mulheres que aderiram à campanha "Seu cabelo tem mais força" devem ser doados a instituição Lar das Marias, que cuida de mulheres que lutam contra o câncer em Manaus.
Ansiosa, Maria foi uma das 700 pessoas que doaram cabelo para campanha 'Seu cabelo tem mais força' (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Ansiosa, Maria foi uma das 700 pessoas que doaram cabelo para campanha 'Seu cabelo tem mais força' (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Campanha
O mês dedicado à prevenção do câncer de mama, conhecido por 'Outubro Rosa', incentivou a realização da campanha 'Seu cabelo tem mais força', que ultrapassou a meta de cortes de cabelo, e teve cerca de 700 doações em prol da causa. A iniciativa, promovida pelo Amanda Beauty Center em parceria com o Manauara Shopping, arrecadou o equivalente a 150 m de mechas de cabelo.
'Nos tornamos mais humanos', disse a aposentada Dalva Santos após doar cabelos a instituto (Foto: Jamile Alves/G1 AM)'Nos tornamos mais humanos', disse aposentada
após doar cabelos (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Na quarta e quinta-feira (30), clientes receberam cortes gratuitos em troca de, no mínimo, 10 cm de cabelo. Segundo o proprietário do salão de beleza, Luis Alberto Pontes, a adesão de mulheres e até de homens surpreendeu os colaboradores. "Tivemos um número três vezes maior que o esperado. Temos lista de espera para doar. Muita gente cortou o cabelo aqui, outras pessoas já trouxeram o cabelo para doar. O público abraçou a causa", contou.
A aposentada Dalva de Souza Santos, de 62 anos, foi uma das doadoras e se desapegou de 37 cm de cabelo. Com as madeixas agora na altura do ombro, ela disse se sentir presentada. "Quando a gente doa, a gente sempre ganha algo também, nem que seja alguma coisa dentro do nosso coração. Arrastei minha filha e minha neta para doar o cabelo também. É uma sensação ótima. Fazer parte disso nos torna mais humanos", afirmou.
Rebeca Almeida, de 18 anos, também decidiu cortar 38 cm do cabelo. A estudante chegou ao salão com medo, mas saiu radiante. Para ela, parte da felicidade está em ajudar outras mulheres vítimas do câncer. "Eu deixei ele crescer durante dois anos e dizia que só iria cortar quando fosse pra doar. Acho que estou fazendo algo bom com o que eu tenho. Fico feliz em poder ajudar", completou.
Rebeca Lemos doou 38 cm do cabelo ao Lar das Marias (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Rebeca Lemos doou 38 cm do cabelo ao Lar das Marias (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Meta de 500 cortes foi superada no início do segundo dia de campanha (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Meta de 500 cortes foi superada no início do segundo dia de campanha (Foto: Jamile Alves/G1 AM)

Projeto quer desenvolver no Amapá criação de peixes em tanques-rede


Equipamento acelera crescimento de peixes e reduz custos de produção.
Projeto será implantado no Amapá de forma experimental até 2017.

Do G1 AP, com informações da TV Amapá
Estrutura de tanques-rede é composta de caixa d'água e canos  (Foto: Reprodução/TV Amapá)Estrutura de tanques-rede é composta por caixa
d'água e canos (Foto: Reprodução/TV Amapá)
Um projeto implantado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no Amapá pretende incentivar os produtores de peixe em cativeiro a adotar a forma de cultivo em tanques-rede. Segundo pesquisadores, a medida reduz o tempo de crescimento das espécies e é mais econômica na logística de implantação, dispensando atividades de escavação e bombeamento de água, necessárias nos tanques cavados.
A forma de cultivo será mantida no Amapá como experimento prático até 2017, com acompanhamento permanente de piscicultores com a nova técnica no interior do estado. A Embrapa aposta na viabilidade do projeto no Amapá em função da grande disponibilidade de rios, onde a estrutura formada por canos e caixas d’água pode ser facilmente instalada.
Nos tanques-rede os peixes crescem mais rápido, diz Embrapa (Foto: Reprodução/TV Amapá)Nos tanques-rede os peixes crescem mais rápido,
diz Embrapa (Foto: Reprodução/TV Amapá)
“As redes podem ser instaladas em rios, lagos e barragens sem risco algum para a criação. O custo-benefício de produção também é menor, pois, dependendo do tanque-rede você pode pagar entre R$ 1,5 mil e R$ 2 mil e está tudo pronto, enquanto nos tanques cavados o produtor tem o trabalho de abrir o buraco e transportar a água”, explicou o pesquisador da Embrapa Marcos Tavares, um dos desenvolvedores do projeto.
Para os primeiros experimentos, o peixe usado é o da espécie tambaqui, um dos mais comercializados na Região Norte. “O foco é o tambaqui por ser um peixe nativo da Amazônia e bastante apreciado no Amapá, e além do mais ele também é criado no Nordeste”, justificou o pesquisador.
A Embrapa acrescenta que um tambaqui criado em tanque cavado durante dez meses terá em torno de 1,2 quilo. A mesma espécie criada em tanque-rede atinge de um 1,5 a 2 quilos. A nova forma de produção é uma solicitação antiga dos piscicultores que alegam a pouca disponibilidade no estado de equipamentos para produção de peixes em larga escala.

Falta de curso superior impossibilitaria Wagner de assumir Petrobras, diz Geddel


Por: Vinícius Ribeiro (Twitter:@vin_ribeiro) - BOCÃO NEWS
Diante da notícia publicada pelo Valor Econômico na manhã desta sexta-feira (31), em que aponta o governador Jaques Wagner (PT) como o provável nome para assumir a gestão da Petrobras, o presidente do PMDB, Geddel Vieira Lima, preferiu a confirmação da nomeação do petista para tecer maiores comentários.

“Não vou comentar por enquanto, até porque, há algum tempo cogitaram o nome dele para um cargo no setor financeiro e ele foi impossibilitado por não ter curso superior”, disse Geddel ao Bocão News.

De acordo com a publicação do Valor, a petroleira que ganhou notoriedade nas últimas eleições por conta de escândalos e já foi a maior empresa do país em valor de mercado, sofreu um revés em seus negócios nos últimos anos e tem apresentando resultados que não agradam o mercado.

Crise na Saúde da Bahia: Estado não paga salários de médicos desde agosto


Por: David Mendes (Twitter: @__davidmendes) - BOCÃO NEWS

Cerca de 800 médicos que prestam serviço em todo o estado estão sem receber os salários pelos serviços prestados à população baiana desde agosto. A denúncia foi feita ao Bocão News pelos profissionais de saúde vinculados à CooperSaúde, cooperativa de trabalho que terceiriza os serviços à Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

De acordo com o chefe do setor jurídico da CooperSaúde, Paulo Henrique Duarte, o atraso nos pagamentos dos salários é divido ao não repasse de recursos por parte do governo do Estado.

No total, a CooperSaúde fornece 1,5 mil profissionais. Nesta sexta-feira (31), conforme Duarte, o governo baiano resolveu pagar uma parte do que deve. Durante todo o dia uma força tarefa foi formada para tentar garantir o pagamento imediato aos médicos que prestam serviço no Hospital Geral do Estado (HGE), Ernesto Simões Filho, Hospital Regional de Guanambi, Luiz Viana Filho, Prado Valadares (Jequié), João Batista Caribé, Hospital Geral de Vitória da Conquista, Hospital Geral de Ipiaú, Clériston Andrade, Couto Maia, Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba) e Maternidade Ticila Balbino.

Já os médicos que trabalham no Hospital Geral Menadro de Farias, Hospital Geral de Camaçari, Hospital Roberto Santos e a Maternidade Albert Sabin, em Cajazeiras, só receberam os salários referentes a agosto no próximo dia 11 de novembro. Isso porque, conforme o advogado da CooperSaúde, a previsão da administração estadual é realizar o repasse só na próxima quinta-feira (7). O Bocão News tentou contato com a Sesab, mas a pasta não quis se pronunciar.

Conforme apurou a reportagem, os médicos baianos entregarão nos próximos dias um documento ao Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) e ao Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed) com relatos de como o Estado tem tratado os profissionais da área e cobrar providência para que possam ter a garantia do pagamento pelo serviço prestado, já que a população baiana não pode ser prejudicada pelo descaso do poder público.

Alguns profissionais ouvidos pelo site relataram que os atrasos têm sido constantes, além de manterem vículo considerado precário, já que não assegura direitos trabalhistas.

Comunismo e cara-de-pau



Passou praticamente despercebido do noticiário da semana passada a decisão da direção da Câmara Federal de revogar uma resolução dela própria, de 1948, em que cassou o mandato de 14 deputados do Partido Comunista. A cassação fora baseada em sentença do Tribunal Superior Eleitoral, confirmada pela Supremo, porque baseada na Constituição. Conhecida como constituição liberal, ela vedava, no entanto o Partido Comunista, porque ele não aceitava a pluralidade de partidos, nem a liberdade, nem a democracia nos países em que estava no poder.
Recuperaram os mandatos, entre outros, o escritor Jorge Amado, o mentor da guerrilha do Araguaia, João Amazonas e o autor do Manual da Guerrilha Urbana, Carlos Marighella – todos agora mortos. O Senado, por sua vez, devolveu o mandato a Luís Carlos Prestes que, patrocinado por Moscou, tentou tomar o governo em 1935, num levante que matou 32 militares, a maioria enquanto dormia no quartel da Praia Vermelha.
A líder do Partido Comunista do Brasil, a gaúcha Manuela d`Ávila, num discurso patético, disse que demorou o reconhecimento da injustiça feita contra quem lutou pela democracia e pelos direitos humanos. Ela deve julgar que todos sofrem de alienação mental. Quem mais oprimiu a democracia e os direitos humanos no planeta, no século XX foi o Partido Comunista. Onde tomou o poder, a partir de 1917, suprimiu todos os direitos e impôs ditaduras cruéis, torturadoras, sangüinárias, de que hoje ainda temos resquícios, em Cuba e na Coréia do Norte. Foi o Partido Comunista que baixou uma cortina de ferro sobre parte da Alemanha, sobre a Polônia, a Hungria e tantas outras infelizes nações da Europa e Ásia.
Foi a maior praga do século XX, afetando a vida de milhões de habitantes de países que ficaram sob seu jugo, e de outros milhões em que os comunistas tentaram tomar o poder pela força das armas, como no Brasil, por duas vezes. O terror comunista matou mais que o nazismo de Hitler – com quem aliás, Stálin fez acordo para massacrar a Polônia. Calcula-se que os assassinatos genocidas praticados por ditadores comunistas na Europa e Ásia chegam a 100 milhões. O holocausto de Hitler matou 6 milhões de judeus.
Escapamos da ditadura comunista graças à incompetência monumental de Prestes e seus companheiros, na tentativa de golpe em 1935. Moscou, que pagava tudo e mantinha observadores em torno de Prestes, como Olga Benário, ficava atônita com os erros dos comunistas brasileiros, como pesquisou em arquivos soviéticos William Waack para o livro “Camaradas”. Mesmo assim, quando Prestes foi a Moscou no início de 1964, obteve de novo a promessa de auxílio político e militar. Em troca, garantia que “uma vez a cavaleiro do aparelho de estado, converter rapidamente, a exemplo da Cuba de Fidel, a revolução nacional-democrática em socialista.” Isso é História, que relembro agora porque muita gente, com a maior cara-de-pau vem nos falar de democracia e de direitos humanos dos comunistas. 
MAIS UMA TENTATIVA DE QUERER MUDAR A HISTÓRIA.
JÁ, JÁ, ELES CONSEGUEM PÔR ISTO TUDO NOS LIVROS, PARA ENSINAR ESSA MENTIRA TODA PARA OS NOSSOS JOVENS.
AOS POUCOS ELES ESTÃO CONSEGUINDO.
 SITE VERDADE SUFOCADA